PUBLICIDADE

Em jogo movimentado, Athletico fica no empate com o Avaí

Furacão saiu atrás, buscou o empate no segundo tempo, mas viu o atacante Vitinho ser expulso

Terans marcou um golaço na segunda etapa.
Terans marcou um golaço na segunda etapa. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Athletico ficou apenas no empate com o Avaí neste domingo (11), na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro. Com gol de Pottker para o Leão e com um golaço de Terans para o Furacão, o duelo terminou em 1 a 1. O Rubro-Negro ainda teve um jogador a menos durante boa parte do segundo tempo, quando Vitinho foi expulso aos cinco minutos.

Com o resultado, os paranaenses permanecem na sexta colocação, com 43 pontos, e pode ver Flamengo e Corinthians se distanciarem na tabela. O Furacão volta a campo no próximo domingo (18), diante do Cuiabá, na Arena da Baixada.

Furacão joga abaixo e Leão sai na frente

Em um bom início de jogo, o Furacão criou uma chance clara de gol logo aos sete minutos. Khellven finalizou bem, a bola acertou o travessão e, no rebote, Alex Santana mandou por cima. Porém, a partir daí, o Leão da Ilha equilibrou as ações, buscando não se encolher dentro dos seus domínios.

Então, aos 22′, em jogada pelo lado direito, Natanael passou por Khellven e cruzou para Pottker, de cabeça, abrir o placar para os catarinenses. Pouco tempo depois, a situação poderia ter ficado ainda pior para o Rubro-Negro quando o árbitro foi ao monitor rever um lance de possível expulsão para Fernandinho. Contudo, a decisão foi de manter o amarelo.

Apesar de movimentado, o duelo era muito “picotado” pelo excesso de faltas e atendimentos médicos, o que favorecia os mandantes. Atrás do placar, o Athletico tinha dificuldades de manter a posse de bola no campo de defesa do Avaí, que estava organizado. Em um nível abaixo do habitual, o Furacão foi em desvantagem para o intervalo.

Terans marca um golaço, mas Vitinho é expulso

Insatisfeito com o rendimento da equipe, Felipão promoveu três alterações na volta do intervalo. As mudanças visavam deixar o Rubro-Negro mais ofensivo. E, logo aos três minutos, a estratégia surtiu efeito. Terans, que entrou na vaga de Hugo Moura, fez bela jogada e, com o pé esquerdo, finalizou no ângulo, sem chances para o goleiro. Golaço e jogo empatado.

Quando parecia que o Furacão iria tomar as rédeas do jogo, um balde de água fria. O atacante Vitinho cometeu falta, levou o seu segundo amarelo e foi expulso pelo árbitro. Em desvantagem numérica, o Athletico recuou as suas linhas e deu a bola para o time da casa. Nesse cenário, o Leão teve uma grande chance para virar o jogo aos 20 minutos. Guerrero subiu livre na pequena área, mas errou o cabeceio e a bola saiu.

Mesmo com pouca posse de bola, os paranaenses continuaram perigosos através de contra-ataques. Os catarinenses, por sua vez, buscavam o segundo gol de todas as formas, tentando acabar com uma seca de mais de 50 dias sem vencer. Porém, o time esbarrou em suas limitações técnicas e não conseguiu aproveitar o homem a mais. E, aos 52′, o castigo quase veio: Rômulo acertou a trave no último lance da partida. Fim de jogo: 1 a 1.

Com informações do Portal Banda B 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE