Turco Mohamed é demitido do Galo após maus resultados

Recente eliminação na Copa do Brasil e atuações ruins no Brasileiro constroem a saída do técnico

Turco Mohamed deixa o Atlético após eliminação na Copa do Brasil e tropeço no Brasileiro
Turco Mohamed deixa o Atlético após eliminação na Copa do Brasil e tropeço no Brasileiro -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Recente eliminação na Copa do Brasil e atuações ruins no Brasileiro constroem a saída do técnico

Antonio Mohamed não é mais o técnico do Atlético-MG. O argentino foi demitido na manhã desta sexta-feira, após o Galo não conseguir superar o Cuiabá, na Arena Pantanal, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O empate em 1 a 1 foi o estopim da queda. No comando alvinegro, el Turco somou 45 jogos, 27 vitórias, 13 empates e 5 derrotas - aproveitamento de 69,6%. O auxiliar Lucas Gonçalves comanda o time no domingo, contra o Corinthians, pelo Brasileiro.

Após a partida, o treinador apareceu abatido na entrevista coletiva e reprovou a atuação do Galo, que, mais uma vez, teve uma noite ruim. O Atlético vinha de eliminação na Copa do Brasil para o Flamengo (após vencer a ida por 2 a 1), e venceu o Botafogo por 1 a 0, ainda com dificuldades de bom desempenho coletivo.

"Não depende de um ou dois jogadores, depende da equipe e não estamos funcionando como equipe. Temos que fazer funcionar vários aspectos do jogo". (Turco após empate com o Cuiabá)

O treinador já havia balançado no cargo após uma sequência de quatro rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro. A reação veio diante do Flamengo, em junho, pelo Brasileirão. Na sequência, o Galo venceu também o duelo de ida contra o time Rubro-Negro, no Mineirão, pela Copa do Brasil.

No jogo de volta, sucumbiu perante a pressão do Flamengo e foi eliminado da Copa do Brasil com derrota por 2 a 0, além de atuação apática da equipe. A pressão da torcida pela saída de Turco atingiu outro patamar.

Houve uma reunião do órgão colegiado na sexta-feira passada, dia 15, e avaliação de que o treinador ganhava uma sobrevida diante do Botafogo, na 17ª rodada. Na partida no Nilton Santos, no último domingo, vitória por 1 a 0 e alívio da pressão em cima do Turco. No entanto, na sequência, o time mineiro empatou com o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Agora, o Atlético busca um substituto imediato capaz de conduzir o time na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, além de ter as quartas de final da Copa Libertadores diante do Palmeiras, em 3 e 10 de agosto. Renato Gaúcho e Odair Hellmann foram nomes ventilados, mas o segundo, de acordo com apuração do ge, tem chances mínimas de ser chamado.

Jorge Sampaoli, livre no mercado desde que deixou o Olympique de Marseille, da França, é outra opção ventilada pela torcida nas redes sociais. O argentino foi terceiro lugar do Brasileiro 2020 no comando do Galo. E, recentemente, assistiu ao jogo Flamengo 2x0 Atlético no Maracanã, pela Copa do Brasil.

Turco assumiu o Galo no início do ano, após Cuca romper o contrato por decisão própria. O argentino chegou com a pressão de manter o trabalho do ídolo alvinegro, que conquistou Campeonato Mineiro, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil no ano passado. O time ainda foi eliminado na semifinal da Libertadores de 2021, pelo Palmeiras, sem perder um jogo sequer na competição.

O argentino conquistou o Campeonato Mineiro, vencendo o Cruzeiro na final, e a Supercopa do Brasil, batendo o Flamengo em jogo único.

Com informações GE