PUBLICIDADE

Padaria pede para clientes não ajudarem moradores de rua

Padre Júlio Lancelotti publicou uma foto do recado e acusou o estabelecimento de aporofobia

Padre Júlio Lancelotti publicou uma foto do recado e acusou o estabelecimento de aporofobia
Padre Júlio Lancelotti publicou uma foto do recado e acusou o estabelecimento de aporofobia -

CNN Brasil

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O padre Júlio Lancelloti acusou uma padaria em Divinópolis, em Minas Gerais, de aporofobia – aversão ou desprezo pelos pobres – em uma publicação nas redes sociais na quarta-feira (11).

A foto mostra um cartaz em que o estabelecimento pede aos clientes que não ajudem moradores de rua.

“Prezados clientes: pedimos a sua colaboração ao não ajudar os moradores de rua, para evitar maiores transtornos”, diz a imagem.

À CNN, o gerente da padaria Pão de Mel, responsável pelo cartaz, disse que foi um mal entendido e que a placa já foi retirada.

“Nosso interesse nunca foi prejudicar a imagem dos menos favorecidos nem cercear o direito de liberdade de ninguém em dar ou não dar alimento, se trata de um mal entendido. A placa ja foi retirada”.

Ativista dos direitos humanos, o padre Júlio Lancelloti disse à CNN, em outra ocasião, que “em vez de hostilizar, precisamos acolher”.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE