PUBLICIDADE

Paraná investe em tecnologia para os estudantes

Alunos da rede estadual paranaense realizaram milhões de redações e atividades em plataformas digitais. Foram contemplados também o ensino de inglês e matemática, além de aulas de robótica e investimentos em conectividade nas escolas, entre outras ações

Estado investe em tecnologia e eleva desempenho dos estudantes
Estado investe em tecnologia e eleva desempenho dos estudantes -

Agência Estadual de Notícias

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O investimento em tecnologia foi um dos fatores que contribuíram para a melhoria nos índices de desempenho dos estudantes – o Ideb do ensino médio da rede estadual subiu do 7º para o 1º lugar em quatro anos: de 3,7 em 2017 para 4,6 em 2021.

Nos últimos dois anos, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR) disponibilizou para alunos e professores diversas plataformas digitais educacionais para tornar a aprendizagem mais interativa e divertida, além de otimizar correções feitas pelo professor.

Com o uso das plataformas, os estudantes puderam treinar a escrita de redações, aprender inglês fazendo exercícios práticos e resolver problemas matemáticos por meio de jogos lúdicos. Tudo isso com o objetivo de oferecer aos alunos novas ferramentas que estimulam a aprendizagem, favorecem o domínio da cultura digital e complementam os conteúdos didáticos vistos em sala de aula.

“É impressionante o progresso que os nossos alunos tiveram nas plataformas ao longo deste ano. Foram milhões de redações feitas, outros milhões de exercícios de inglês concluídos. Nos desperta muito orgulho ver os estudantes com vontade de aprender, se dedicando cada vez mais, e os professores se reinventando, agregando tecnologia às suas aulas e cativando turmas inteiras”, diz Renato Feder, secretário da Educação do Paraná.

Redação Paraná

Em 2022, foram realizadas 3,8 milhões de redações na plataforma Redação Paraná, desenvolvida pela Seed-PR. A maior parte foi escrita por estudantes dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º), responsáveis por 2,4 milhões de textos.

Implementada em fase piloto em novembro de 2020, a ferramenta está disponível para todos os estudantes da rede estadual, além dos professores de Língua Portuguesa. Dotado de inteligência artificial, ele analisa o texto e sinaliza em tempo real os erros de gramática, ortografia, pontuação, contração, redundância, semântica e sintaxe, mostrando explicações sobre o erro.

Assim, os alunos treinam a escrita e alcançam melhores resultados nas redações, enquanto os professores podem focar na argumentação e nas ideias do texto, devido à pré-correção rápida e otimizada feita pela ferramenta.

Inglês Paraná

Neste ano, mais de 15 milhões de lições foram concluídas na plataforma Inglês Paraná (cada uma equivale a cerca de 20 exercícios). Os estudantes passaram 6,7 milhões de horas estudando na plataforma – e 21,5 mil deles conseguiram avançar um nível na escala CEFR, do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas. Ao todo, 850 mil alunos e professores da disciplina estão cadastrados no aplicativo.

Lançada em setembro de 2021, a plataforma traz conteúdo e exercícios que contemplam todos os níveis de proficiência, desde o básico até o avançado. Ela também é autoinstrutiva, ou seja, o estudante pode, quando quiser, acessar o conteúdo e fazer as atividades, seja no modo on-line ou no off-line. Em 2022, o investimento para uso da plataforma foi de R$ 8 milhões.

Matemática gamificada

Disponível para os alunos do 6º ano do ensino fundamental, a plataforma Matific, de matemática gamificada, teve 4,4 milhões de atividades realizadas em 2022. São 130 mil alunos e 2,8 mil professores utilizando a ferramenta. O investimento, neste ano, foi de R$ 1,3 milhão.

Implementada nas escolas a partir do segundo semestre de 2021, a plataforma traz jogos interativos e desafios lúdicos que trabalham a compreensão de conceitos matemáticos e o desenvolvimento do raciocínio lógico.

Robótica  

Além dos exercícios das plataformas digitais da Seed/PR, os estudantes também conseguiram resultados excelentes nas aulas de robótica. Neste ano, foram quase 115 mil montagens realizadas pelos alunos – incluindo projetos como braço robótico, irrigador automático e semáforo.

A robótica é atualmente ofertada como aula extracurricular no contraturno de mais de 250 colégios, pelo programa Robótica Paraná, e em 25 escolas com Educação em Tempo Integral, chegando a mais de 300 mil estudantes.

Os 2,5 mil kits – compostos por notebooks e um conjunto de peças com 448 componentes eletrônicos, incluindo motores, sensores, atuadores e microprocessadores arduinos – utilizados em 2022 corresponderam a um investimento de R$ 9 milhões.

Conectividade

A implementação das plataformas digitais da Seed-PR foi possível devido a investimentos massivos em infraestrutura tecnológica. Em 2022, foram entregues equipamentos de wi-fi para todas as escolas da rede estadual. São 1,2 mil switches (dispositivo que conecta todos os aparelhos de uma mesma rede) e 22,5 mil pontos de acesso wi-fi, que permitem que os dispositivos sem fio se conectem a uma rede cabeada.

Houve também a entrega, neste ano, de 22,5 mil kits Educatron, um para cada sala de aula da rede estadual do Paraná. Eles são compostos por smart TV de 43 polegadas, computador, webcam, microfones, teclado com mouse pad e pedestal regulável. O equipamento pode ser usado, por exemplo, para usar as plataformas digitais da Seed/PR, para apresentar conteúdo multimídia em sala de aula ou fazer videochamadas com outros professores ou palestrantes.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE