PUBLICIDADE

Morre Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova

Padre que havia comemorado 58 anos de sacerdócio e recebido alta hospitalar na última quinta-feira (8), faleceu em sua casa

Jonas Abib tinha 85 anos e estava tratando um mieloma desde maio de 2021
Jonas Abib tinha 85 anos e estava tratando um mieloma desde maio de 2021 -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Na noite da última segunda-feira (12), Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe, a Comunidade Canção Nova comunicou o falecimento de seu fundador, Monsenhor Jonas Abib.

O sacerdote, de 85 anos, estava tratando um mieloma desde maio de 2021, e teve complicações após passar por uma jejunostomia em um hospital da capital paulista, onde estava internado desde o final de outubro. A cirurgia visava controlar os frequentes episódios de pneumonia, provocados por broncoaspiração.

O fundador

Além da Comunidade Canção Nova, Monsenhor Jonas Abib era também o presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação e Reitor do Santuário do Pai das Misericórdias, em Cachoeira Paulista (SP).

O Bispo diocesano de Lorena, onde Monsenhor Jonas Abib era incardinado por mais de 40 anos, em nota oficial afirmou que a Igreja Particular de Lorena está “enlutada, mas grandemente agradecida pelo contributo do Monsenhor Jonas Abib, reza pelo seu descanso junto daqueles que estão ‘de pé diante do Trono do Cordeiro’, e suplica ao Pai das Misericórdias que conforte e dê serenidade aos familiares, aos filhos espirituais e aos amigos nessa hora de dor e separação, sustentados pela fé na certeza da Ressurreição”.

Lembrança do sacerdote

Pregador internacional e referência na musicalidade católica, Monsenhor Jonas Abib nasceu em 21 de dezembro de 1936, em Elias Fausto, São Paulo. Entrou para o seminário aos 12 anos e foi ordenado em 8 de dezembro de 1964. Ele só deixou a Congregação salesiana para iniciar o trabalho com a juventude e fundar, posteriormente, a Comunidade Canção Nova em 2 fevereiro de 1978. Em 2008, a instituição recebeu a aprovação pontifícia do Vaticano, por meio do Pontifício Conselho para os Leigos.

Arrojado no jeito de pregar e cantar, Monsenhor Jonas foi um dos precursores da Renovação Carismática no Brasil e um dos primeiros sacerdotes a se aventurar na evangelização pelos meios de comunicação, já na década de 80. Seu carisma e sua jovialidade arrastaram uma verdadeira geração de jovens no anseio por uma vivência radical do Evangelho.

Velório

O velório ocorrerá no Santuário do Pai das Misericórdias, com previsão de inicio às 7h desta terça-feira (13). 

As homenagens se estenderão pelos próximos três dias.

Com informações: assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE