PUBLICIDADE

Eleição no RS tem acusação de homofobia em propaganda

Onyx Lorenzoni (PL), que disputa o executivo estadual com Eduardo Leite (PSDB), disse que os gaúchos terão uma “primeira-dama de verdade”

Ex-ministro de Bolsonaro, Onyx fez referência indireta ao adversário que é homossexual
Ex-ministro de Bolsonaro, Onyx fez referência indireta ao adversário que é homossexual -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A primeira propaganda eleitoral de segundo turno ao governo do Rio Grande do Sul foi veiculada no rádio nesta quinta-feira (13). Onyx Lorenzoni (PL), que disputa o executivo estadual com Eduardo Leite (PSDB), aproveitou o espaço para dizer que, caso saia vencedor, os gaúchos terão uma “primeira-dama de verdade”.

"Estou muito feliz com o resultado obtido no primeiro turno. E tenho certeza que os gaúchos e as gaúchas entenderam que vão ter, se for da vontade deles, do povo gaúcho, um governador e uma primeira-dama de verdade, que são pessoas comuns e que tem uma missão de servir e transformar a vida dos gaúchos para melhor", diz Onyx na propaganda eleitoral veiculada nesta quinta.

A propaganda eleitoral foi adiada no RS a pedido das duas campanhas. Lorenzoni é casado com a personal trainer Denise Veberling Lorenzoni, ex-assessora parlamentar do senador Davi Alcolumbre (União Brasil). Sem mencionar o adversário ou o programa, Eduardo Leite se pronunciou nas redes sociais e disse ser “motivador ver a sociedade e a opinião pública majoritariamente unidas para condenar demonstrações de homofobia”.

"Nesses tempos tão difíceis, em que tentam a todo custo nos separar uns dos outros, é motivador ver a sociedade e a opinião pública majoritariamente unidas para condenar demonstrações de homofobia. Não ao preconceito! O amor, o respeito e a tolerância falam mais alto", escreveu o ex-governador.

Em julho do ano passado, o governador que tenta reeleição se assumiu gay durante entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo. Ele namora o médico Thalis Bolzan.

"Nesse Brasil com pouca integridade, nesse momento a gente precisa debater o que se é, pra que se fique claro e não se tenha nada a esconder. Eu sou gay, eu sou gay. E sou um governador gay, não sou um gay governador", disse Leite na entrevista de 2021.

Nas redes sociais, o tucano publicou um cartaz com ofensas homofóbicas: “RS é alérgico a carne de viado e lactose 30/10/2022”. No post, o candidato escreve que o “ódio não vencerá”. “No dia 30, o Rio Grande vai falar mais alto”, indica.

As informações são do Yahoo!

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE