PUBLICIDADE

Sergio Moro é eleito Senador no PR com 33% dos votos

Ex-juiz representará o estado no Senado Federal pelo período de oito anos. Paulo Martins foi o segundo mais votado, ficando à frente de Alvaro Dias

Moro representará o Paraná no Senado Federal pelo período de oito anos
Moro representará o Paraná no Senado Federal pelo período de oito anos -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Oex-juiz Sergio Moro (União) foi eleito para o cargo de senador do Paraná com 33,7% dos votos. Ao todo, Moro somou mais de 1,9 milhão votos. Ele representará o Paraná no Senado Federal pelo período de oito anos e ficará ao lado dos senadores Oriovisto Guimarães (Podemos) e Flávio Arns (Podemos), representantes do estado eleitos em 2018. Moro ficará no cargo até o ano de 2030. A cadeira que será assumida por ele é a ocupada pelo antigo correlegionário e atual senador Alvaro Dias (Podemos), que disputava a reeleição. Após a divulgação do resultado, Moro disse que sua vitória “representa a força da Lava Jato”.

Segundo o ex-juiz, a campanha eleitoral foi bem sucedida. “Nós tínhamos a melhor equipe, nos conseguimos apresentar as nossas ideias, nossa proposta, também a nossa historia que nos da credibilidade, tivemos o apoio do União Brasil. Estou muito orgulhoso porque representa a força da Lava Jato e do combate a corrupção no Brasil. Nós vamos lutar pra recuperar essa pauta lá no Congresso Nacional com todas as nossas forças”, disse Moro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR).

Perfil do Senador

Sergio Fernando Moro nasceu em 1972, em Maringá. É casado com a advogada Rosângela Wolff Moro, que foi eleita deputada federal por São Paulo. Eles tem dois filhos.

O ex-juiz formou-se em direito na Universidade Estadual de Maringá, fez aperfeiçoamento na escola de direito da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Concluiu o mestrado em Direito do Estado na Universidade Federal do Paraná e o doutorado pela mesma instituição, na área de direito constitucional. Moro foi titular da 13ª Vara Federal de Curitiba e ganhou projeção nacional após ser responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância.

Ele deixou o cargo de juiz federal em 2018 para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo Bolsonaro. Em 2020, pediu exoneração do cargo motivado pela decisão de Bolsonaro de trocar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

Paulo Martins soma 29% dos votos e fica em 2º lugar na luta pelo Senado

O candidato do Partido Liberal (PL), Paulo Martins, foi o segundo mais votado no Paraná para o cargo de Senador. Ao todo, Martins somou mais de 1,6 milhões de votos, totalizando 29,12% de aproveitamento nas urnas. A diferença de votos para o candidato eleito, Sergio Moro, foi de 255.210 votos. Durante a apuração dos votos, Paulo Martins foi às redes sociais para se posicionar. O candidato utilizou o Twitter para parabenizar Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), que foi reeleito como governador. “Agradeço ao governador pelo apoio. Sei que o Paraná permanece num bom caminho”, escreveu. No decorrer de sua campanha, Paulo Martins também contou com o suporte do presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL).

Dias teve mais de 1,3 milhão de votos e foi o terceiro mais votado no Paraná para o Senado

Alvaro Dias (Podemos) encerrou sua participação nas eleições de 2022 com aproximadamente 24% de aproveitamento nas urnas. De acordo com os números finais da apuração, Dias contabilizou mais de 1,3 milhão de votos, ficando na terceira colocação entre os mais votados para o senado. Até o fechamento da reportagem, o candidato não havia se posicionado oficialmente após o resultado.

Após 24 anos ininterruptos no cargo, Alvaro Dias deixa o Senado. Ele votou na manhã de domingo (2) em Londrina. Ao ser questionado por jornalistas se acreditava na reeleição, Dias agradeceu o apoio dos paranaenses. “Quero agradecer a confiança da população do Paraná que é reiterada há vários pleitos”, afirmou o o candidato.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE