PUBLICIDADE

PM admite que 'pisão' de cavalo matou torcedor do Paraná

Depois de investigação das polícias civil e militar, informação foi confirmada nesta quinta

Depois de investigação das polícias civil e militar, informação foi confirmada nesta quinta
Depois de investigação das polícias civil e militar, informação foi confirmada nesta quinta -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Polícia Militar do Paraná (PMPR) realizou na manhã desta quinta-feira (1º), em Curitiba, uma coletiva de imprensa com novas informações sobre a morte do presidente da torcida organizada Fúria Independente e conselheiro do Paraná Clube, Mauro Machado Urbim. No discurso, foi confirmado que o torcedor foi pisado por um dos cavalos que estava na operação do jogo entre Paraná Clube x FC Cascavel, pela Série D do Campeonato Brasileiro.

A declaração foi feita durante entrevista coletiva realizada no Quartel do Comando-Geral, em que participaram  o Tenente-Coronel Angelotti, o Tenente-Coronel Ribeiro e o Dr. Luiz Carlos, Delegado de Polícia Civil na DEMAFE.

De acordo com informações repassadas direto do local pelo portal RIC Mais, a PM afirmou que 11 policiais foram ouvidos no inquérito e que a conduta dos agentes foi dentro da legalidade. Entretanto, o militar responsável pelo animal até o momento não foi identificado.

O comando da PM ainda questionou o uso do termo 'pisoteado' ao explicar que isso faz alusão a várias pisadas. Segundo eles, o termo correto nesse caso seria “pisadura”, já que foi apenas um golpe. A PMPR aproveitou a coletiva para lamentar a morte de Mauro.

Relembre o caso

Mauro Machado Urbim faleceu no dia 1º de agosto no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, após uma intervenção da cavalaria da PM no intervalo do jogo entre Paraná Clube x Cascavel, realizada no dia 30 de julho. Ele foi internado em estado gravíssimo na UTI, com traumatismo craniano grave, mas piorou e teve morte encefálica.

As informações são do portal RIC Mais

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE