Homem reclama de insegurança em entrevista e é preso dias depois por furto no ES

Anderson Lopes Siqueira reclamou da insegurança e assaltos a ônibus em Linhares, Norte do estado, em uma entrevista em 14 de julho. Na última quinta-feira (28) ele foi preso enquanto tentava fazer uma compra com um cartão furtado.

Anderson Lopes Siqueira reclamou da insegurança e assaltos a ônibus em Linhares, Norte do estado, em uma entrevista em 14 de julho. Na última quinta-feira (28) ele foi preso enquanto tentava fazer uma compra com um cartão furtado.
Anderson Lopes Siqueira reclamou da insegurança e assaltos a ônibus em Linhares, Norte do estado, em uma entrevista em 14 de julho. Na última quinta-feira (28) ele foi preso enquanto tentava fazer uma compra com um cartão furtado. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Um homem de 33 anos que, de acordo com a polícia, é suspeito de cometer furtos e assaltos em Linhares, no Norte do Espírito Santo, foi preso duas semanas após dar uma entrevista reclamando da insegurança na região.

No dia da entrevista, em 14 de julho, Anderson Lopes Siqueira, se identificou como panfleteiro e pediu para falar sobre os assaltos a ônibus e a insegurança na cidade.

"Linhares era pra ter mais segurança porque estão roubando muito. Não só no comércio, mas também nos ônibus. Está acontecendo em vários bairros. Em Interlagos, onde moro, é onde mais acontece. Em todo lugar está tendo assalto", disse ele na ocasião.

Preso enquanto tentava comprar com cartão furtado

A prisão de Anderson foi na última quinta-feira (28) enquanto ele tentava fazer uma compra em um restaurante da cidade com um cartão de crédito furtado.

De acordo com a polícia, o cartão foi furtado depois que ele abriu um carro estacionado em uma avenida no centro da cidade e o homem também é suspeito de roubos na região.

O dono do cartão de crédito começou a receber várias notificações de compras e a dona do restaurante que o conhece viu Anderson tentando comprar e, como conhece a vítima, acionou a Polícia Militar. No mesmo estabelecimento a mulher disse que ele se aproveitou da distração de uma funcionária e furtou R$ 150.

Após ser autuado pelo crime de furto na Delegacia Regional de Linhares, ele foi encaminhado ao sistema prisional.

O homem passou por audiência de custódia neste sábado (30) e permanece preso. A defesa de Anderson disse que na próxima segunda-feira (1º) vai entrar com um recurso para que ele responda o processo em liberdade.