Giovanna Ewbank fala sobre racismo sofrido pelos filhos

Casal prestou queixa contra a mulher que insultou as crianças em uma delegacia portuguesa

Casal prestou queixa contra a mulher que insultou as crianças em uma delegacia portuguesa
Casal prestou queixa contra a mulher que insultou as crianças em uma delegacia portuguesa -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A atriz Giovanna Ewbank e seu marido, Bruno Gagliasso, relataram que seus filhos Títi e Bless sofreram racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica em Portugal, no sábado (30), local onde a família passava férias.

Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, teria xingado as crianças, e ofendido uma família de turistas angolanos que estavam no local – cerca de 15 pessoas.

Vídeos divulgados na internet mostram a atriz reagindo à mulher: “vai presa, racista”. Após o ocorrido, Gagliasso chamou a polícia. A mulher foi levada do local escoltada por agentes.

De acordo com uma nota da assessoria dos atores, o casal prestou queixa contra a mulher em uma delegacia portuguesa.

"Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio", relata Giovanna.

O restaurante onde o incidente ocorreu também se manifestou neste domingo. “O clássico By Olivier repudia em absoluto o episódio de racismo ocorrido”, escreveu em nota divulgada nas redes sociais.

As informações são da CNN Brasil