Wesley Safadão é denunciado por erotização infantil

O vídeo foi gravado com a filha Ysis de 8 anos. A deputada Eliza Virginia alega que houve sexualização infantil devido à letra explícita da música 'Macetando'

VÍDEO
Wesley Safadão dança Macetando com a filha Ysis, de 8 anos | Autor: Reprodução/TikTok

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O vídeo foi gravado com a filha Ysis de 8 anos. A deputada Eliza Virginia alega que houve  sexualização infantil devido à letra explícita da música 'Macetando'

O cantor Wesley Safadão está sendo acusado de “erotização infantil” no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A denúncia foi feita pela deputada federal Eliza Virginia (PP) após o artista postar um vídeo em que aparece cantando com a filha, Ysis, de 8 anos, a música Macetando, que eles gravaram juntos. 

 A deputada alega que houve  sexualização infantil devido à letra explícita da música Macetando, que é de composição do próprio cantor.

“Ficamos horrorizados. Minha bandeira é lutar contra a exploração sexual e o abuso infantil. E, no vídeo, o Wesley Safadão canta e dança com a filha de 8 anos uma letra de música que fala sobre sexo explícito. Ele faz apologia à pedofilia”, disse ela, em um vídeo publicado em seu Instagram.

“As crianças assistem ao vídeo e querem dançar também. Às vezes, os pais nem prestam atenção às letras das músicas. Hoje em dia, tem criança que não sabe ler nem escrever, mas já sabe falar sobre sexo. Isso não pode ficar assim. As crianças estão sendo erotizadas”, afirmou Eliza.

Um verso de Macetando diz: “Bota de red de melancia, pra novinha, com gin que tu vai ver putaria. Chama as amiguinha, o baile vai ferver. Só quem é gostosa levanta a mão. Red de melancia, pra novinha, com gin que tu vai ver putaria”.

Especialistas acusam Wesley Safadão de erotização infantil

De acordo com a psicóloga infantil e doutora em educação, Cecilia Antipoff é preciso combater a sexualização infantil. Ela criticou Wesley Safadão pelo vídeo.

“Não dá para ver e ouvir certas coisas e só sentir uma revolta interna. É preciso fazer algo. Temos que cuidar das nossas crianças. Uma criança busca o tempo todo pertencer, se sentir amada e se sentir aceita. São necessidades emocionais básicas que ela vai buscar a todo momento”, começou a psicóloga.

“É com o coração dilacerado que venho testemunhando crianças sendo erotizadas pelo acesso às músicas e danças completamente apelativas, que desrespeitam a fase de desenvolvimento em que estão. Elas seguem cantando e dançando porque recebem curtidas e são alvo de atenção. Sabe o que uma criança que dança as tais dancinhas está buscando? Pertencer, se sentir amada, validada e aceita. Mas os efeitos que isso tem no desenvolvimento emocional e na autoestima de uma criança podem ser devastadores. Tive a infelicidade de assistir um vídeo do Wesley Safadão expondo a filha. Uma criança cheia de vida, cheia de inocência, cheia de sonhos, cantando e dançando uma música que incita a erotização e sexualização infantil, além de fomentar pedófilos”, finalizou.

Clique na imagem e assista o vídeo

Com informações Catraca Livre e revista Quem