Veja quem são as vítimas de chacina no Oeste do Paraná

Fabiano Junior Garcia, policial do 19° BPM (Batalhão de Polícia Militar) matou oito pessoas e, na sequência, tirou a própria vida

Fabiano Junior Garcia, policial do 19° BPM (Batalhão de Polícia Militar) matou oito pessoas e, na sequência, tirou a própria vida
Fabiano Junior Garcia, policial do 19° BPM (Batalhão de Polícia Militar) matou oito pessoas e, na sequência, tirou a própria vida -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Fabiano Junior Garcia, policial do 19° BPM (Batalhão de Polícia Militar) matou oito pessoas e, na sequência, tirou a própria vida

Foram identificadas todas as vítimas da chacina que aconteceu no Oeste do Paraná, durante a noite de quinta-feira (14) e madrugada de sexta-feira (15), nas cidades de Céu Azul e Toledo. Fabiano Junior Garcia, policial do 19° BPM (Batalhão de Polícia Militar) matou oito pessoas e, na sequência, tirou a própria vida. Veja quem são as vítimas:

Kassiele Moreira Mendes Garcia, esposa, de 28 anos

Miguel Augusto da Silva Garcia, filho, de 4 anos

Kamili Rafaela da Silva Garcia, filha, de 8 anos

Amanda Mendes Garcia, filha, de 12 anos

Irene Garcia, mãe, de 78 anos

Claudiomiro Garcia, irmão, de 50 anos

Kaio Felipe Siqueira da Silva, desconhecido do PM, 17 anos

Luiz Carlos Becker, desconhecido do PM, 19 anos (sem foto na galeria)

Kaio e Luiz foram mortos em via pública e segundo as primeiras apurações pela polícia, não tinham ligação com o policial. Depois de matar as oito pessoas, o militar mandou um áudio para família antes de tirar a própria vida. 

Em entrevista, Hudson Leôncio Teixeira, Comandante Geral da PMPR (Polícia Militar do Paraná), deu detalhes de como foi a cronologia do crime.

“Ele trabalhou até às 19h e por volta das 23h entrou em contato com o cunhado e informou que havia matado a esposa, Kassiele Moreira de 30 anos, e a filha, uma adolescente de 12 anos de idade. A polícia foi até o local e localizou os corpos. De lá, ele foi até a residência da mãe, que fica nas proximidades na área central de Toledo, onde matou a genitora a facadas, uma senhora e o irmão de 50 anos, com um disparo de arma de fogo. Saindo dali, ele foi até Céu Azul na casa dos avós maternos, onde matou uma filha de oito anos e o filho de quatro anos. Na sequência, retornou a Toledo, e começou a andar pela área central da cidade. As equipes da PM tentaram localizá-lo de toda forma, no entanto, durante as buscas, ele encontrou dois homens, de 16 e 19 anos, caminhando pela via e disparou contra ambos, que morreram no local.” contou Hudson Leôncio Teixeira, Comandante Geral da PMPR

A arma utilizada no crime é da corporação. Em nota, a PMPR (Polícia Militar do Paraná) informou que o militar não tinha histórico de problemas psicológicos e trabalhava como motorista do Coordenador do Policiamento da Unidade.

Sete vítimas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal de Toledo. As crianças de quatro e nove anos foram levadas para o IML de Cascavel.

O que diz a SESP

A SESP (Secretaria da Segurança Pública), informou que instaurou um inquérito em ambas as cidades onde aconteceram os crimes (Toledo e Céu Azul). A secretaria lamentou o ocorrido e informou que está dando todo o suporte à família das vítimas, veja a nota:

A Secretaria da Segurança Pública lamenta o caso ocorrido em Toledo e Céu Azul e informa que as Polícias Civil, Militar e Científica não medirão esforços para apurar a motivação dos fatos. Foi instaurado inquérito policial nas delegacias de ambas as cidades (Toledo e Céu Azul). Perícias foram realizadas nos locais e equipes de investigação seguem na coleta de informações e realizam diligências para concluir o caso.

Neste caso, as equipes do PRUMOS de Foz do Iguaçu e Toledo já estão atuando no suporte à família das vítimas. Além disso, uma equipe da capital também irá para a região para fornecer todo o apoio necessário.