Poupança tem retirada líquida de R$ 46,3 bilhões até abril

A retirada líquida é a maior registrada para o mês de março desde o início da série histórica, em 1995

Apenas em março, os brasileiros sacaram R$ 15,36 bilhões a mais do que depositaram na poupança
Apenas em março, os brasileiros sacaram R$ 15,36 bilhões a mais do que depositaram na poupança -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A retirada líquida é a maior registrada para o mês de março desde o início da série histórica, em 1995

A aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros está batendo recorde de retiradas em 2022. Até 14 de abril, os brasileiros sacaram R$ 46,29 bilhões a mais do que depositaram na caderneta de poupança, informou o Banco Central (BC). Por causa da greve dos servidores do BC, a divulgação do relatório estava paralisada. Com a suspensão do movimento na semana passada, a apresentação de estatísticas está sendo gradualmente retomada.

Apenas em março, os brasileiros sacaram R$ 15,36 bilhões a mais do que depositaram na poupança. A retirada líquida é a maior registrada para o mês, desde o início da série histórica, em 1995. Nos 14 primeiros dias de abril, os saques superaram os depósitos em R$ 5,92 bilhões.

Em 2020, a poupança registrou captação líquida (depósitos menos saques) recorde de R$ 166,31 bilhões. Contribuiu para o resultado a instabilidade no mercado de títulos públicos no início da pandemia de covid-19 e o pagamento do auxílio emergencial.

As informações são da Agência Brasil

Conteúdo de marca

Quero divulgar right