PUBLICIDADE

Vendedor se passa por mulher e joga óleo quente em jovem

A vítima teve queimaduras no rosto, no ombro e no peito; o suspeito deverá responder por tentativa de homicídio, ameaça, coação de testemunha, estelionato e dano

A vítima teve queimaduras no rosto, no ombro e no peito; o suspeito deverá responder por tentativa de homicídio, ameaça, coação de testemunha, estelionato e dano
A vítima teve queimaduras no rosto, no ombro e no peito; o suspeito deverá responder por tentativa de homicídio, ameaça, coação de testemunha, estelionato e dano -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A vítima teve queimaduras no rosto, no ombro e no peito; o suspeito deverá responder por tentativa de homicídio, ameaça, coação de testemunha, estelionato e dano

Um homem que vendia planos de saúde é suspeito de usar um perfil falso em um aplicativo de relacionamentos para marcar um encontro com um jovem de 22 anos e jogar óleo quente nele. Ele foi preso na quarta-feira (24).

O caso aconteceu em outubro deste ano, em Belo Horizonte (MG). Conforme a reportagem, Matheus de Souza Ornelas, de 25 anos, teria se passado por uma mulher chamada “Juliana” com uma conta falsa para chamar a atenção de homens em um possível relacionamento. A vítima, que foi enganada, trocou mensagens com ele por cerca de três meses, de acordo com a Polícia Civil.

O jovem teria achado suspeito a suposta mulher não conversar por áudio ou vídeo, mas “ela” alegava que vinha de uma família muito rígida e que a vigiava constantemente.

No dia do crime, segundo a Polícia Civil, o suspeito ligou para a vítima e pediu que o ajudasse em uma mudança. Lá, a vítima foi surpreendida com a confissão de que ele era “Juliana”.

O rapaz já passou por duas cirurgias após ter queimaduras no rosto, nos ombros e no peito. Já o suspeito poderá responder por tentativa de homicídio, ameaça, coação de testemunha, estelionato e dano.

Com informações do Ricmais.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right