Cresce número de vendas de veículos seminovos no Paraná

Nos últimos quatro meses, a venda de seminovos no Paraná cresceu 14%

Expectativa para 2021 é de reaquecimento do mercado automotivo
Expectativa para 2021 é de reaquecimento do mercado automotivo -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Nos últimos quatro meses, a venda de seminovos no Paraná cresceu 14%

O fechamento do ano 2020 veio com boas notícias para o setor automotivo em diversas regiões do país e, no caso, também no Paraná. Depois de algumas semanas é possível fazer uma análise do que foi o final do ano para as vendas de carros, tanto 0km como seminovos. 

Como a maioria do setor da produção e comercialização de produtos, o mercado de carros sofreu fortemente o golpe da pandemia. Em primeiro lugar houve meses de indústrias e concessionárias fechadas o que reduziu o estoque disponível e fez com que tivesse que ser desenvolvido um sistema de comércio digital pouco explorado no setor. Somado ao anterior, muitas pessoas viram diminuídos os seus ingressos ao mesmo tempo que tiveram menos motivos para se deslocar (é só pensar no home-office, aulas virtuais, compras pela internet, etc.) o que desincentivou a procura por novos carros. Assim, a venda de veículos, conforme o informado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), caiu 26,6% se comparado com os dados de 2019.

A queda nos emplacamentos foi a maior desde 2015. Apesar disso, dezembro veio com melhorias esperadas sendo o melhor mês do ano em vendas. Na verdade é que desde junho os emplacamentos começaram a crescer batendo o recorde anual no último mês do ano. Em comparação a novembro a alta foi de 8,66%. Se bem o presidente da Fenabrave indica como fatores influentes a manutenção da taxa de juros e o auxílio emergencial oferecido pelo Governo Federal, também é verdade que o final do ano sempre foi reconhecido como uma das melhores épocas para comprar carros, especialmente seminovos e usados. Geralmente nesse período o interessado pode aproveitar promoções especiais lançadas pelas concessionárias que visam incrementar o giro de estoque evitando ficar com grandes saldos.

No estado do Paraná a tendência é a mesma: se comparado com o mesmo período de 2019, as vendas de seminovos e usados nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro de 2020 cresceram 14,4%. Os dados foram fornecidos pela Associação de Revendedores de Veículos Automotores no Estado do Paraná (Assovepar). Segundo o presidente da Associação, César Lançoni Santos, o incremento é um fator tradicional nos últimos meses do ano. A população vê-se estimulada pela chegada das férias assim como pelo décimo terceiro para a compra ou troca do carro.

Com a melhoria nas projeções de crescimento econômico no país, a Fenabrave mantém as estimativas de crescimento gradual nas vendas, com uma alta de 16% em comparação com o ano passado. Com a retomada da economia o consumo deve ser estimulado novamente, o que vai fazer com que muitas pessoas que duvidavam na compra de um carro o façam neste 2021.

Para aqueles interessados em adquirir um veículo, é importante levar em conta alguns fatores que influenciam na decisão, principalmente em aspectos financeiros. Para quem não possui o valor total do pagamento precisa lembrar que, além do valor de entrada, deverá fazer frente a parcelas com taxas de juros incluídas. Além disso, é importante ter em conta a necessidade de segurar o veículo evitando ficar desprotegido perante eventuais acidentes que possam gerar custos extraordinários no futuro. A boa notícia é que, pelo menos por este ano, o seguro obrigatório DPVAT não deverá ser pago, ainda que sua cobertura continue vigente.