Dívidas honradas pela União em 2020 bateram recorde | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede! Portal aRede - Aconteceu! Tá na aRede!
Publicidade

Cotidiano

Esse montante também foi superior ao honrado em 2019, que chegou a R$ 8,35 bi.

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Brasil 61 | Cotidiano | 14/01/2021 as 10:00h

Dívidas honradas pela União em 2020 bateram recorde

Foram mais de R$ 13 bi em dívidas de estados e municípios garantidas pela União no ano passado; em 2019, o valor total chegou a R$ 8,3 bi

2020 foi um ano recorde em relação às dívidas de estados e municípios honradas pela União. O valor total no ano passado, que foi marcado pela pandemia do novo coronavírus, girou em torno de R$ 13,33 bilhões, o maior valor da série histórica. Esse montante também foi superior ao honrado em 2019, que chegou a R$ 8,35 bi. Os dados foram divulgados nos primeiros dias do ano pelo Tesouro Nacional. 

Rio de Janeiro permanece entre os estados com as maiores dívidas garantidas. No ano passado, o valor chegou a 61,9% do total brasileiro – ou R$ 8,2 bilhões. Em seguida, vêm Minas Gerais (R$ 3,18 bi), Goiás (R$ 553,1 milhões), Pernambuco (R$ 354 milhões) e Maranhão (R$ 280,1 milhões). 

“De fato, por conta da pandemia, houve nesse ano uma liberação maior de recursos para o governo federal sob a ótica de ajudas emergenciais, realmente um repasse grande fora do orçamento”, esclarece o presidente do Conselho Regional de Economia do Distrito Federal (Corecon-DF), César Bergo. 

Segundo ele, esses recursos, em sua maioria, foram destinados a programas de auxílio aos estados, inclusive com requisitos de contrapartida. “Os estados deveriam fazer uma gestão financeira mais restrita, mais rigorosa para que pudessem ter ajuda, e assim houve esse repasse grande, diferentemente dos demais anos”, completa o economista.   

Essa concentração da dívida nos estados do RJ, MG, GO, PE e MA chama a atenção de Bergo. “A tendência é agora normalizar a arrecadação, sobretudo em relação aos royalties do petróleo, já que a produção petrolífera está voltando ao normal, assim como outras atividades econômicas”, avalia. 

Em nota, o Tesouro Nacional explica que a alta no ano passado se deu basicamente por dois motivos: “o Rio de Janeiro possuía um contrato com garantia da União junto ao BNP, que foi contratado durante a vigência do Regime de Recuperação Fiscal, e que venceu em dezembro. O valor da honra foi de R$ 4,28 bilhões.” 

Além disso, continua a nota, “a alta do dólar fez com que o valor financeiro dispendido nas honras aumentasse. Como a dívida dos mutuários com maior volume de honra é em sua maior parte indexada ao câmbio (RJ em torno de 70% e MG 90%, por exemplo), isso teve um impacto no aumento dos montantes gastos pela União.”

Ainda segundo o Tesouro, “em suma, o governo federal aumenta seu endividamento porque faz o pagamento, mas não tem a contrapartida do mutuário.  Esse é o caso de MG, GO, RN e AP. Após as liminares, a União passou a honrar regularmente dívidas desses entes.”

Na avaliação do advogado e professor de direito financeiro do Ibmec-DF Thiago Sorrentino, a pandemia explica parcialmente esse aumento. “Tivemos a interferência do Supremo Tribunal Federal, que concedeu diversas liminares dando mais tolerância ao endividamento dos estados, em prejuízo da Federação.”

Ele adianta que há um projeto de lei no Senado para regulamentar a matéria. “Isso é péssimo, pois o STF não tem condições de avaliar os impactos econômicos dessas sucessivas prorrogações. Toda a incúria e ineficácia das gestões locais é transferida para a Federação, que acaba respondendo por erros que ela não cometeu. Os estados gastam mal, desperdiçam dinheiro e quem paga é a União”, dispara. 

Para Sorrentino, uma alternativa seria “uma ação coordenada de todos os entes federados, com a responsabilização efetiva dos gestores faltosos.”

Valor alto

Outro dado que salta aos olhos é o valor honrado somente no mês de dezembro. Para efeitos comparativos, em novembro, a dívida garantida pela União chegou a R$ 647 milhões. Em dezembro, esse valor pulou para R$ 5,5 bi. Em 2020, o maior valor foi honrado no mês de maio – R$ 1,3 bi. “A concentração no mês de dezembro é historicamente normal porque é o fim do exercício. É nesse mês que os acertos devem ser feitos para que não passe algum tipo de restrição para o ano seguinte, porque existem encargos, multas moratórias etc.”, alerta César Bergo. 

O economista tenta tranquilizar e avisa que estamos sob caráter de exceção. “Isso não ocorre normalmente. O ano de 2020 ficará marcado por essas ações extraordinárias”, finaliza o economista. 

email sharing button
email sharing button
email sharing button
email sharing button

Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ponta Grossa 24/01/2021 ás 14:57h
Publicidade
Ponta Grossa 24/01/2021 ás 13:02h
Campos Gerais 24/01/2021 ás 11:43h
Publicidade
Cotidiano 24/01/2021 ás 10:21h
Campos Gerais 24/01/2021 ás 09:39h
Cotidiano 24/01/2021 ás 08:58h
Ponta Grossa 24/01/2021 ás 08:22h
Publicidade

LIVES RECENTES

Ao Vivo
ao vivo | 22/01/2021 ás 17:15h

Beetools apresenta as novidades para 2021

Moacyr Fadel fala sobre os desafios da AMCG em 2021
Premium Vila Velha aborda expectativas para 2021
Grupo quer volta às aulas presenciais nas escolas de PG
Ver Mais
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 24/01/2021 ás 07:48h

Fiscalização flagra desrespeito ao toque de recolher em PG

Ponta Grossa 24/01/2021 ás 01:01h
Ponta Grossa 23/01/2021 ás 18:01h
Publicidade
Ponta Grossa 23/01/2021 ás 15:27h
Ponta Grossa 23/01/2021 ás 14:56h
Ponta Grossa 23/01/2021 ás 14:27h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 23/01/2021 ás 19:00h

Fernando Moraes assume a presidência da Faciap

Cotidiano 23/01/2021 ás 17:29h
Publicidade
Cotidiano 23/01/2021 ás 15:58h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 23/01/2021 ás 08:45h

Vídeo mostra ação de assaltantes em pizzaria de PG

Ver Mais

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 23/01/2021 ás 09:49h

Prefeito de Reserva se reúne com membros da Defesa Civil

Publicidade
Campos Gerais 22/01/2021 ás 20:30h
Publicidade

MIX

Mix | 23/01/2021 ás 08:30h

Ponta Grossa recebe circo Drive Thru em fevereiro

Publicidade
Mix 16/01/2021 ás 05:30h
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 23/01/2021 ás 16:59h

Caramuru derrota o Sesi e sai da zona de rebaixamento

Esporte 22/01/2021 ás 19:50h
Publicidade
Publicidade

INSANA

Insana | 21/01/2021 ás 16:10h

‘Boi bandido’ ataca e destrói carro estacionado no RJ

Insana 11/12/2020 ás 12:20h
Publicidade
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 16/12/2020 ás 19:30h

Alunos interagem com professor peruano em aula de Espanhol

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 23/01/2021 ás 20:00h

Cooperativas ampliam sinergia em inovação com ‘CoopMode’

Publicidade

ROMULO CURY

Romulo Cury | 23/01/2021 ás 06:30h

Confira a coluna RC deste sábado (23/01)

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 24/01/2021 ás 06:00h

Confira seu horóscopo deste domingo (24/01)

EMPREGOS

Empregos | 22/01/2021 ás 06:05h

Confira as vagas de emprego desta sexta-feira (22/01)

Publicidade

MAIS LIDAS

Ponta Grossa | 18/01/2021 ás 14:39h

Jovem encontrada no Lago de Olarias morre no hospital

Ponta Grossa 19/01/2021 ás 14:40h
Publicidade
Publicidade