‘Feridos choravam na nossa porta’, diz médico de Beirute | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede! Portal aRede - Aconteceu! Tá na aRede!
Publicidade

Cotidiano

Cerca de cinco horas após o ocorrido, todos os leitos e andares do hospital estavam ocupados.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/Banda B

Da Redação | Cotidiano | 07/08/2020 as 10:28h

‘Feridos choravam na nossa porta’, diz médico de Beirute

Médico está há três dias intubando pessoas, fazendo ressuscitações cardíacas, estabilizando os pacientes críticos

No momento da explosão que destruiu mais da metade de Beirute, o médico libanês Faysal Tabbara, 26, estava em seu dia de folga, em casa. O chão tremeu, uma grande massa de ar entrou pelas janelas, que haviam se quebrado, e ele ouviu um barulho ensurdecedor.

Correu para o porão, junto com a família, mas mal teve tempo de se recuperar do susto: em seguida já chegou uma mensagem do hospital onde ele trabalha avisando que o plano para desastres havia sido ativado. Pegou seu carro e, em dez minutos, estava entrando no pronto-atendimento, onde é médico residente na área de medicina de emergências.

Esse hospital, ligado à American University, é o segundo mais perto do porto, onde ocorreu a explosão. O mais próximo foi totalmente destruído e não estava atendendo pacientes. Ao menos 145 pessoas morreram e 5.000 ficaram feridas.

Faysal viu alguns desses feridos tendo que caminhar, cobertos de sangue, para procurar atendimento. A seu setor de emergência, chegaram mais de 400 pacientes no espaço de duas horas. Cerca de cinco horas após o ocorrido, todos os leitos e andares do hospital estavam ocupados. Novos casos só eram admitidos no pronto-socorro, e os que precisavam de internação foram transferidos para outros centros médicos.

Os ferimentos de quem chegava eram variados: sangramento intracraniano ou intra-abdominais, lacerações no fígado, fraturas, contusões, lacerações no crânio ou na pele causadas pelos vidros quebrados. Muitos chegavam e em seguida eram declarados mortos, outros morreram durante o atendimento.

Faysal está há três dias intubando pessoas, fazendo ressuscitações cardíacas, estabilizando os pacientes críticos que precisam de cirurgias urgentes, fazendo suturas, diagnosticando sangramentos internos.

Na entrevista, ele é rápido para explicar a parte técnica dos atendimentos, mas sua voz embarga ao falar do que aquilo significou para ele -algo que “poucas palavras conseguiriam descrever”.

“Foi de partir o coração ver centenas e centenas de pacientes cobertos de sangue, os feridos graves chorando de dor na porta do nosso setor de emergência, corpos no chão do hospital. Mães em agonia por terem perdido seus filhos, pais chorando por terem perdido entes queridos”, afirma.

“Cada profissional que estava trabalhando ali naquele momento ficou dominado pelo impacto psicológico e emocional. Foi uma tragédia gigante, que sempre estará impregnada no coração dos libaneses.”

Informações Banda B/FolhaPress

email sharing button
email sharing button
email sharing button
email sharing button

Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Publicidade
Ponta Grossa 21/09/2020 ás 20:30h
Publicidade
Ponta Grossa 21/09/2020 ás 20:16h
Campos Gerais 21/09/2020 ás 20:15h
Dinheiro 21/09/2020 ás 19:44h
Publicidade

LIVES RECENTES

Ao Vivo
ao vivo | 21/09/2020 ás 18:07h

Assista ao É Notícia desta segunda-feira

Vice-reitor da UEPG fala dos seis meses da pandemia em PG
Jogos contra másters do Coxa marcam aniversário do Olinda
Mercado imobiliário se reinventou e garantiu crescimento nas vendas durante a pandemia
Ver Mais
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 21/09/2020 ás 19:20h

Câmara de Ponta Grossa entra em ‘ritmo’ de eleição

Ponta Grossa 21/09/2020 ás 18:53h
Publicidade
Ponta Grossa 21/09/2020 ás 17:29h
Ponta Grossa 21/09/2020 ás 17:21h
Ponta Grossa 21/09/2020 ás 16:40h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 21/09/2020 ás 18:00h

Paraná tem mais 601 casos e 36 mortes pela Covid

Cotidiano 21/09/2020 ás 17:50h
Publicidade
Cotidiano 21/09/2020 ás 16:00h
Cotidiano 21/09/2020 ás 13:00h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 21/09/2020 ás 16:58h

Barbeiros raspam os cabelos para apoiar cliente com câncer em PG

Ver Mais

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 21/09/2020 ás 18:20h

Polícia evita fuga de detentos em delegacia de Rebouças

Campos Gerais 21/09/2020 ás 10:50h
Campos Gerais 21/09/2020 ás 09:29h
Publicidade
Campos Gerais 21/09/2020 ás 08:50h
Campos Gerais 21/09/2020 ás 08:07h
Campos Gerais 20/09/2020 ás 12:31h
Publicidade

MIX

Mix | 21/09/2020 ás 10:00h

Sesc PR celebra o início da primavera em live neste sábado

Publicidade
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 20/09/2020 ás 19:00h

Palmeiras fica no empate com o Grêmio em Porto Alegre

Publicidade
Esporte 19/09/2020 ás 21:58h
Publicidade

INSANA

Insana | 23/08/2020 ás 17:01h

Vendedora de mel é notificada por usar foto de ator em rótulo

Insana 06/08/2020 ás 13:37h
Publicidade
Insana 20/07/2020 ás 14:01h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 16/09/2020 ás 17:30h

‘Buffet de frutas’ incentiva aprendizado do espanhol

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 21/09/2020 ás 14:00h

Agricultura digital: O que é e como colocar em prática?

Publicidade

ROMULO CURY

Romulo Cury | 19/09/2020 ás 06:30h

Confira a Coluna RC deste Sábado (19-09)

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 21/09/2020 ás 06:00h

Confira seu horóscopo para esta Segunda-feira (21/09)

EMPREGOS

Empregos | 21/09/2020 ás 17:30h

Vagas na Agência do Trabalhador para Terça-feira (22/09)

Publicidade

MAIS LIDAS

Ponta Grossa | 18/09/2020 ás 12:01h

Morte de rapaz entristece e comove amigos em PG

Bom Dia Astral 19/09/2020 ás 06:00h
Ponta Grossa 16/09/2020 ás 08:07h
Ponta Grossa 15/09/2020 ás 07:25h
Publicidade
Publicidade