X
aRede aRede
(X)
Publicidade

Cotidiano

O plano é uma tentativa de reanimar a economia, via consumo, ainda este ano Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Da Redação | Cotidiano | 17/07/2019 as 14:08h

Governo estuda liberar saque de contas do FGTS

Plano da equipe econômica prevê que porcentual de retirada varie de acordo com o saldo do trabalhador no fundo


O Ministério da Economia deve permitir que os trabalhadores saquem até 35% dos recursos de suas contas ativas (dos contratos de trabalho atuais) do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A expectativa do governo é que a medida injete até R$ 42 bilhões na economia.

O plano é uma tentativa de reanimar a economia, via consumo, ainda este ano. A projeção oficial do governo é de crescimento do PIB de 0,81%. Junto com a liberação dos recursos do FGTS, haverá também mais uma rodada de saques do PIS/Pasep.


FGTS Caixa

A expectativa do governo é que a medida injete até R$ 42 bilhões na economia. Segundo fontes a par do assunto, que participaram na terça-feira, 16, de reunião no Ministério da Economia, uma das ideias é autorizar os saques na seguinte proporção: quem tem até R$ 5 mil no fundo, poderia pegar 35% do saldo; trabalhadores com até R$ 10 mil no FGTS teriam autorização para sacar 30%. Ainda se discutia qual parcela terá direito quem tem entre R$ 10 mil e R$ 50 mil no FGTS, mas o porcentual não foi definido. Acima de R$ 50 mil, o trabalhador só poderia sacar 10% do saldo total.


Saque para trabalhador demitido

O governo também estuda limitar o saque da totalidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores demitidos sem justa causa. Hoje, quem é demitido sem justa causa pode retirar toda a verba que tem no fundo, com rendimentos, além de uma multa de 40% sobre esse valor.

Segundo as fontes, que pediram o anonimato, limitar ou até mesmo impedir o saque nessa condição é uma ideia que está sendo discutida. Por outro lado, o governo passaria permitir que todo ano seja possível resgatar uma parcela do fundo no mês de aniversário do trabalhador.

O setor da construção civil é o mais crítico à medida porque os recursos do FGTS são usados para financiar programas de habitação, como o Minha Casa Minha Vida, além de saneamento e infraestrutura, com juros menores do que as taxas de mercado.

A medida também acabaria, segundo fontes, com os acordos “fakes” entre empresas e trabalhadores de demissão sem justa causa apenas para permitir ao empregado sacar o FGTS.

A reforma trabalhista do ex-presidente Michel Temer, sancionada em 2017, criou a possibilidade de rescisão por acordo entre o trabalhador e a empresa. Nesse caso, ele tem direito de sacar 80% do saldo do FGTS e a multa do empregador é de 20% sobre esse valor.

O FGTS foi instituído em 1966 e hoje está previsto como um direito dos trabalhadores na Constituição. O fundo foi criado como alternativa à chamada estabilidade decenal, que previa que o empregado com mais de 10 anos de serviço na mesma empresa não poderia ser despedido se não fosse por “falta grave ou circunstância de força maior, devidamente comprovadas”. A ideia era compensar a mudança nas regras que acabaram com essa estabilidade com uma proteção financeira ao trabalhador.

Com a criação do FGTS, as empresas passaram a pagar, mensalmente, o equivalente a 8% do valor do salário do trabalhador para a conta dele no fundo.Hoje, as situações mais conhecidas de saque são aposentadoria e demissão sem justa causa. A retirada também é permitida, por exemplo, na compra de imóvel e quando o trabalhador fica afastado do regime do FGTS por três anos.

Com informações do portal Banda B


Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Debates 20/08/2019 ás 02:11h
Bom Dia Astral 20/08/2019 ás 00:54h
RC Coluna 20/08/2019 ás 00:32h
Publicidade
Campos Gerais 19/08/2019 ás 21:03h
Ponta Grossa 19/08/2019 ás 20:25h
Ponta Grossa 19/08/2019 ás 19:31h
Publicidade
Ponta Grossa 19/08/2019 ás 19:03h
Publicidade

VÍDEOS

Vamos Ler | 19/08/2019 ás 18:09h

Copa Mirim chega à 10ª edição em Jaguariaíva

Vamos Ler 19/08/2019 ás 14:49h
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 19/08/2019 ás 18:47h

Rapaz morto em confronto com a PM é identificado

Ponta Grossa 19/08/2019 ás 18:25h
Publicidade
Ponta Grossa 19/08/2019 ás 18:00h
Ponta Grossa 19/08/2019 ás 17:53h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 19/08/2019 ás 16:24h

Em madrugada fria, morador de rua morre na Região de Curitiba

Cotidiano 19/08/2019 ás 16:02h
Cotidiano 19/08/2019 ás 12:45h
Publicidade
Cotidiano 19/08/2019 ás 09:35h
Publicidade

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 19/08/2019 ás 18:41h

Juca Sloboda propõe medidas para melhorar segurança em Jaguariaíva

Campos Gerais 19/08/2019 ás 17:49h
Publicidade
Campos Gerais 19/08/2019 ás 14:27h
Campos Gerais 19/08/2019 ás 14:03h
Campos Gerais 19/08/2019 ás 11:42h
Publicidade

MIX

Mix | 19/08/2019 ás 19:00h

Exposição aborda a violência contra a mulher

Publicidade
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 19/08/2019 ás 17:37h

Juventus entra na disputa pela contratação de Neymar

Publicidade
Publicidade

INSANA

Insana | 19/08/2019 ás 13:15h

Viúva para velório após marido morto apertar sua mão

Publicidade
Insana 14/07/2019 ás 21:22h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 19/08/2019 ás 18:09h

Copa Mirim chega à 10ª edição em Jaguariaíva

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 19/08/2019 ás 16:26h

Conheça os animais campeões do Agroleite 2019

Publicidade

ROMULO CURY

Debates | 20/08/2019 ás 02:11h

Amazônia: um míssil apontado contra o Brasil?

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 20/08/2019 ás 00:54h

Confira o seu horóscopo para esta terça-feira (20/08)

EMPREGOS

Empregos | 19/08/2019 ás 16:34h

Vagas na Agência do Trabalhador para terça-feira (20/08)

Publicidade

MAIS LIDAS

Debates | 20/08/2019 ás 02:11h

Amazônia: um míssil apontado contra o Brasil?

Bom Dia Astral 20/08/2019 ás 00:54h
RC Coluna 20/08/2019 ás 00:32h
Campos Gerais 19/08/2019 ás 21:03h
Publicidade
Publicidade