Portal aRede - Aconteceu! Tá na aRede!
Publicidade

Cotidiano

Caixa Econômica Federal. Foto: Reprodução/Agência Brasil
Da Redação | Cotidiano | 24/06/2019 as 12:40h

Lucro da Caixa cresce 6% no 1º trimestre, para R$ 3,9 bilhões

Lucro recorrente exclui efeitos extraordinários de receita ou despesa

O lucro recorrente da Caixa Econômica Federal cresceu 6% no primeiro trimestre do ano, para R$ 3,87 bilhões, com aumento da receita de prestação de serviços, redução na provisão para calote e apesar de uma queda de 2% na carteira de crédito do banco. 

O lucro recorrente exclui efeitos extraordinários de receita ou despesa. Já o lucro contábil cresceu 23%, para R$ 3,9 bilhões, também em comparação com o primeiro trimestre de 2018.

Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, a recuperação judicial da Odebrecht não impactou o resultado do trimestre. Para ele, “era óbvio que a recuperação judicial da Odebrecht era iminente” e, por isso, 95% do provisionamento para as perdas já foi feito no balanço referente a dezembro de 2018.

“Já teve perda com a recuperação judicial, mas no balanço não haverá, ou haverá residual. Só haverá se as garantias de terrenos forem a zero.”

Ele afirmou ainda estar tranquilo com o nível de provisionamento do banco para calote de empresas do tipo –de acordo com o presidente da Caixa, há pelo menos mais dez empresas perto de entrar em recuperação judicial. “Estamos muito tranquilos com relação a muitas empresas que não têm condições.”

De janeiro a março, as receitas com prestação de serviços aumentaram 2,3%, para R$ 6,5 bilhões -nos 12 meses até março, a inflação acumulada medida pelo IPCA (índice oficial de preços) foi de 4,58%. A elevação ocorreu pela alta de 19,8% na receita de serviços com fundos de investimento, com a migração de clientes que antes aplicavam em títulos de renda fixa, e pelo aumento de 8,5% nas receitas de convênios e cobrança bancária.

A inadimplência no primeiro trimestre recuou para 2,47% em relação aos três primeiros meses do ano passado. A melhora do calote ajudou o banco a reduzir em 24,4% a provisão para devedores duvidosos, que caiu para R$ 2,8 bilhões.

Segundo a Caixa, a queda reflete a diminuição de R$ 14,4 bilhões na carteira de crédito e a mudança na composição dessa carteira, agora concentrada em empréstimos de risco baixo.A carteira de crédito do banco recuou 2% em um ano, para R$ 685,8 bilhões, impactado pela queda de 18% nos empréstimos para pessoas físicas e jurídicas.

O lucro do banco também foi influenciado pela redução das despesas administrativas, com um programa de demissão voluntária e devolução de prédios comerciais no país. A Caixa estima que o PDV deve gerar uma economia anual de R$ 716,1 milhões.

Em junho, a Caixa lançou programa de renegociação de dívidas imobiliárias em atraso e cortou juros no financiamento habitacional.

O banco quer recuperar R$ 1 bilhão com a regularização, de um universo de R$ 10,1 bilhões de dívidas em atraso de 5,2 milhões de contratos ativos –entre eles, do programa Minha Casa, Minha Vida, embora o banco não detalhe o número total desses imóveis na renegociação.

Em maio, a Caixa anunciou um programa de renegociação que deixava de fora débitos com garantia, como crédito habitacional. O banco também exige que o cliente tenha em mãos o dinheiro para pagar o valor acertado com o banco. A ideia é recuperar R$ 1 bilhão.

Informações Banda B


Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Romulo Cury 14/11/2019 ás 15:00h
Ponta Grossa 14/11/2019 ás 14:59h
Publicidade
Ponta Grossa 14/11/2019 ás 13:42h
Publicidade
Campos Gerais 14/11/2019 ás 12:20h
Publicidade

VÍDEOS

Vamos Ler | 12/11/2019 ás 20:26h

Prefeito e secretária de Jaguariaíva destacam conquista de aluna

Ponta Grossa 12/11/2019 ás 18:57h
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 14/11/2019 ás 11:00h

PM prende suspeito de roubar mercado no centro de PG

Ponta Grossa 14/11/2019 ás 10:40h
Ponta Grossa 14/11/2019 ás 10:00h
Publicidade
Ponta Grossa 14/11/2019 ás 09:41h
Ponta Grossa 14/11/2019 ás 08:21h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 14/11/2019 ás 12:00h

Brasil e China assinam acordos e memorandos em oito áreas

Cotidiano 14/11/2019 ás 11:41h
Publicidade
Cotidiano 13/11/2019 ás 15:40h
Publicidade

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 13/11/2019 ás 20:33h

Unium completa dois anos com faturamento de R$ 2,5 bi

Campos Gerais 13/11/2019 ás 17:04h
Campos Gerais 13/11/2019 ás 10:00h
Publicidade
Campos Gerais 13/11/2019 ás 09:40h
Campos Gerais 12/11/2019 ás 16:40h
Campos Gerais 12/11/2019 ás 16:20h
Publicidade

MIX

Mix | 14/11/2019 ás 11:14h

Museu Campos Gerais recebe a exposição Carolina em HQ

Mix 13/11/2019 ás 08:00h
Publicidade
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 14/11/2019 ás 09:20h

Troféus dos 14º JEEM serão entregues segunda no Ópera

Esporte 14/11/2019 ás 07:46h
Publicidade
Esporte 13/11/2019 ás 09:20h
Publicidade

INSANA

Insana | 13/11/2019 ás 10:46h

Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM

Publicidade
Insana 30/10/2019 ás 14:27h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 12/11/2019 ás 20:26h

Prefeito e secretária de Jaguariaíva destacam conquista de aluna

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 13/11/2019 ás 21:31h

Safra de trigo será a maior dos últimos três anos

Publicidade

ROMULO CURY

Romulo Cury | 14/11/2019 ás 15:00h

Lá Vão Elas

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 14/11/2019 ás 07:00h

Confira seu horóscopo para esta quinta-feira (14/11)

EMPREGOS

Empregos | 12/11/2019 ás 08:00h

Vagas na Agência do Trabalhador para terça-feira (11/11)

Publicidade

MAIS LIDAS

Cotidiano | 08/11/2019 ás 10:20h

Homem morre após ser picado por aranha-marrom no PR

Ponta Grossa 11/11/2019 ás 07:34h
Ponta Grossa 10/11/2019 ás 16:16h
Publicidade