Castro investe R$ 415 mil em reforma do Centro do Idoso | aRede
PUBLICIDADE

Castro investe R$ 415 mil em reforma do Centro do Idoso

Prefeito da cidade de Castro assinou a ordem de serviço para reforma

Todos os usuários atendidos no Centro de Convivência precisam ser incluídos no Cadastro Único
Todos os usuários atendidos no Centro de Convivência precisam ser incluídos no Cadastro Único -

Publicado por Heryvelton Martins

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Prefeitura Municipal de Castro assinou uma ordem de serviço para a reforma do Centro de Convivência do Idoso Teresinha da Fonseca no valor de R$ 415 mil. Com o investimento será possível implantar o Centro Dia, que permite que as pessoas idosas passem o dia todo no espaço e retornem para suas casas só no período da noite. Atualmente, o espaço atende mais de 170 pessoas acima dos 60 anos.

O foco da reforma será em acessibilidade e melhoria estrutural dos dois prédios que compõem o Centro de Convivência. A obra inclui adequação do layout, substituição e manutenção de portas e janelas, adequação das instalações elétricas e hidráulicas, substituição dos pisos e da cobertura, além da pintura. Além disso, serão realizadas melhorias de acessibilidade para facilitar o atendimento ao público.

Além disso, será implantado o Centro Dia, um serviço de Proteção Social Especial de Média Complexidade com oferta de atendimento especializado a famílias com pessoas idosas com algum grau de dependência. É o caso daqueles que tiveram suas limitações agravadas por violações de direitos, tais como: exploração da imagem, isolamento, confinamento, atitudes discriminatórias e preconceituosas no seio da família, falta de cuidados adequados por parte do cuidador, alto grau de estresse do cuidador, desvalorização da potencialidade/capacidade da pessoa, dentre outras que agravam a dependência e comprometem o desenvolvimento da autonomia. A capacidade de atendimento será de 10 metas e será necessário encaminhamento e acompanhamento pelos CREAs.

Todos os usuários atendidos no Centro de Convivência precisam ser incluídos no Cadastro Único e são encaminhados ao serviço pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Quando os usuários buscam diretamente o Centro de Convivência, e há vagas disponíveis de imediato, a família deve ser encaminhada ao CRAS de referência do território para inclusão/atualização do Cadastro Único e entrevista com o técnico de referência para preenchimento do parecer técnico e identificação do público prioritário.

O trabalho realizado com os grupos é organizado em percursos progressivos nos quais há o compartilhamento de informações, orientações e vivências; a valorização da identidade pessoal e coletiva do grupo e da comunidade de que os participantes fazem parte; o incentivo à ampliação de vínculos de apoio e proteção na família e na comunidade, além do estímulo à participação nos diálogos e agendas públicas de interesse e demanda dos participantes. O Centro oferta, ainda, atividades como oficinas de ginástica, artesanato, música e dança. Além disso, promove reuniões informativas sobre temas que contribuam para o desenvolvimento e protagonismo do ciclo etário, passeios, atividades de lazer e o baile que ocorre todas as sextas-feiras.

Com, informações de assessoria.

PUBLICIDADE

Participe de nossos

Grupos de Whatsapp

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE