PUBLICIDADE

Polícia indicia três pessoas por homicídio em Jaguariaíva

Um jovem foi assassinado com 15 golpes de faca na última terça-feira (22)

Polícia Civil concluiu as investigações sobre o assassinato.
Polícia Civil concluiu as investigações sobre o assassinato. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Polícia Civil de Jaguariaíva finalizou, neste domingo (27), as investigações relacionadas a um assassinato registrado no município. Na última quarta-feira (23), um jovem de 20 anos, identificado como Carlos Eduardo Péres Pinheiro, foi encontrado sem vida em uma localidade rural conhecida como 'Butiá' e com marcas de golpes de faca no corpo.

O assassinato em questão teria sido executado na terça (22), quando a Polícia Militar foi acionada para dar atendimento a uma ocorrência de agressão no bairro Santa Cecília. Ao chegarem no local, os policias encontraram marcas de sangue na rua e três facas ensanguentadas. 

Diante do fato, a polícia iniciou as investigações e identificou que os autores do crime seriam uma mulher, de 55 anos, e dois homens de 24 e 58 anos. Após a identificação, os suspeitos se apresentaram espontaneamente na unidade policial.

DEPOIMENTO

Os três suspeitos relataram que o jovem teria furtado a residência deles por, pelo menos, cinco vezes nas últimas semanas e causado um prejuízo de cerca de 5 mil reais. 

Ainda segundo os depoimentos, na segunda-feira (21), Carlos teria furtado novamente a residência da família e afirmado que voltaria ao local, atearia fogo no carro deles, furtaria todos os demais objetos da casa e ainda mataria os membros da família. No dia seguinte, terça-feira (22) o jovem retornou à residência dos suspeitos, atirou pedras contra os vidros do carro dos suspeitos e ameaçou atear fogo no veículo e na casa. 

Depois disso, já na rua, Carlos teria tentado agredir a mulher suspeita do homicídio com uma faca, porém ela teria tomado a faca e desferidos os primeiros golpes. Na sequência, outro suspeito teria dado os golpes complementares. 

Após o assassinato, os suspeitos afirmaram que colocaram o corpo na caçamba do veículo da família e levado até a localidade de 'Butiá'. 

INDICIAMENTO

Os suspeitos foram indiciados por homicídio qualificado pelo motivo torpe (vingança), pelo emprego de meio cruel (grande quantidade de golpes - cerca de 15) e pela impossibilidade de defesa da vítima (em virtude da superioridade numérica dos suspeitos), bem como pelo crime de ocultação de cadáver.

O inquérito policial relativo ao caso foi encaminhado ao Ministério Público local para análise e adoção das medidas cabíveis. Os suspeitos, embora identificados, não foram presos por não estarem em situação flagrancial e terem se apresentado espontaneamente para esclarecimentos.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE