PUBLICIDADE

Castro investiu R$ 6 mi na Assistência Social no 2º quadrimestre

Balanço foi divulgado nesta semana, durante prestação de contas na Câmara Municipal

Balanço foi divulgado nesta semana, durante prestação de contas na Câmara Municipal
Balanço foi divulgado nesta semana, durante prestação de contas na Câmara Municipal -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Secretaria Municipal de Família e Desenvolvimento Social de Castro realizou, nesta semana, a prestação de contas referente às atividades do 2º quadrimestre de 2022. A ação ocorreu na câmara de vereadores. A secretária Michelle Nocera Fadel apresentou as informações da pasta referentes aos meses de maio, junho, julho e agosto. No período as receitas da secretaria provenientes de recursos federais e estaduais totalizaram quase R$ 684 mil e as despesas ultrapassaram os R$ 6 milhões, diferença custeada com recursos próprios do município.

Michelle detalhou o número de repasses realizados através dos diversos programas de transferência de renda, como Auxílio Brasil e Renda Família Paranaense, e também os repasses municipais que foram feitos para organizações da sociedade civil. O montante de R$ 864 mil foi distribuído entre seis entidades beneficiadas, entre elas a Casa da Criança e do Adolescente Padre Marcelo Quilici e a APAE, conforme metas estabelecidas em convênios ou termos de colaboração.

Atividades desenvolvidas

Dentre as atividades desenvolvidas no quadrimestre Michelle mencionou as formações, reuniões e campanhas realizadas sobre diferentes temas que envolvem a assistência social, a exemplo do enfrentamento a violência sexual de crianças e adolescentes, combate a violência contra a pessoa idosa, regularização fundiária e abordagem a população de rua.

“Fizemos reuniões com os líderes comunitários, mais uma vez estamos nos colocando para escutar as demandas da população. De acordo com essas reuniões, fazemos os planejamentos e vamos apresentando nosso trabalho. A secretaria de assistência social não é mais uma pasta somente de entrega de benefícios. Existe um trabalho sendo realizado por trás disso, com a família. Nessas reuniões de liderança conseguimos enxergar a peculiaridade de cada bairro”, destacou a secretária.

Com informações da Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE