Região recebe um dos maiores eventos de aviação do Brasil

Aviation XP-Sul ocorre nesta sexta e sábado, no Aeroparque Aldeia da Serra, no município de Palmeira

Primeira edição do evento movimentou cerca de R$ 40 milhões em negócios
Primeira edição do evento movimentou cerca de R$ 40 milhões em negócios -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Aviation XP-Sul ocorre nesta sexta e sábado, no Aeroparque Aldeia da Serra, no município de Palmeira

A região dos Campos Gerais do Paraná sediará nesta sexta e sábado, dias 10 e 11 de junho, a primeira edição da Aviation XP-Sul. O evento acontecerá no município de Palmeira, e contará com palestras, exposição de aeronaves, produtos, serviços e debaterá temas pertinentes à aviação geral. Entre os participantes, estarão pilotos, donos de aeronaves, empresas de táxi aéreo, autoridades, administradores de aeroportos, empresas de ground handling, empresários do agronegócio e outros. 

O Paraná foi o escolhido para receber a Aviation XP pela força que representa na região Sul em termos de aviação geral no país. Para se ter uma ideia do potencial do setor, o estado foi o que mais contribuiu para o crescimento de turboélices no Brasil entre os anos de 2019 e 2020, com um acréscimo de 16 aeronaves na frota.

Entre as empresas que participarão estão a Aeromecânica, Tecnam Aircraft, Jet Avionics, IAS, Thorus Aero Service, Helicidade, Aerotrading, Lodestar, AGS, entre outras. O evento conta com apoio da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves (AOPA) Brasil, Associação Brasileira de Operações Aeromédicas (ABOA), Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (ABRAPHE), Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (SINDAG) e Aeroparque Aldeia da Serra - onde será realizado o evento, com acesso pela rodovia BR-376. 

A Aviation XP chega à região Sul após uma primeira edição bem-sucedida no ano passado, na cidade de Goiânia (GO). Ao longo dos dois dias de atividades, o evento contou com a participação de 2,2 mil visitantes, movimentando um valor de US$ 8 milhões em negócios fechados. Participaram da feira grandes empresas como a Tecnam, fabricante italiana de aeronaves, Sete táxi aéreo, TAM Aviação e Executiva, Bell, Aerian Aviation, Global Parts, Aerotrading, Piper, Antares Pólo Aeronáutico e Life JEt. “Ficamos muito surpresos com a força da aviação geral nessa região, com empresas consolidadas, e mais ainda com a receptividade do evento”, disse Gledson Castro, diretor da G2C Events, organizadora da feira

Frota do Estado do Paraná supera 2,5 mil aeronaves

Segundo dados de 2020 do Anuário Brasileiro de Aviação Civil, o Paraná possui uma frota de 1.926 aeronaves convencionais, 288 helicópteros, 181 turboélices, 106 jatos e 3 anfíbios. E, quando se trata de aeródromos privados (sem considerar helipontos e helidecks), o estado também é o destaque da região com 69 unidades, além de sediar importantes empresas do segmento de táxi aéreo, manutenção, e outros. As operações do Aeroparque Aldeia da Serra, onde ocorre o evento, foram iniciadas em 2017, com a oferta de 62 espaços para hangares - hoje,  aproximadamente 50% dos espaços já ocupados por hangares que variam de 600 m² a 1800 m² e 100% dos espaços vendidos.


Com informações das assessorias