Sengés avança em processo para criação da guarda municipal

Prefeito Nelson Pezinho entregou projeto de lei para a câmara de vereadores nesta semana

Prefeito Nelson Pezinho entregou projeto de lei para a câmara de vereadores nesta semana
Prefeito Nelson Pezinho entregou projeto de lei para a câmara de vereadores nesta semana -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Prefeito Nelson Pezinho entregou projeto de lei para a câmara de vereadores nesta semana

O prefeito de Sengés, Nelson Pezinho, e o vice-prefeito, Luiz da Farmácia, entregaram oficialmente para a câmara de vereadores, na segunda-feira (9), o projeto de lei que dispõe sobre a criação da Guarda Civil Municipal de Sengés (GCMS). Além dos vereadores, o ato foi acompanhado por representantes das polícias Civil e Militar, secretários municipais e lideranças da comunidade.

A criação da Guarda Civil integra o Plano de Governo da gestão atual, cuja temática foi debatida, pesquisada e aprofundada durante grande parte do inicio do novo mandato. O prefeito enfatizou que a criação da força cumprirá toda a legislação pertinente. O ingresso será por concurso público, com reserva de vagas para mulheres. “Desde que assumimos a gestão, investimos e trouxemos melhorias para as áreas de Saúde, Educação, Assistência Social, Infraestrutura e empregos. Agora é o momento de concentrarmos esforços para melhorar a segurança pública de nossa cidade”, reforçou Pezinho.

A GCMS será vinculada administrativamente ao Departamento de Segurança Pública, criado junto à Secretaria Municipal de Administração. O Projeto prevê, inicialmente, um efetivo de 16 guardas, que atuarão devidamente uniformizados, armados e com equipamentos capazes de assegurar cumprimento integral de suas atribuições e serviço com excelência para a população. De acordo com a prefeitura, o valor total a ser investido ultrapassa o montante de R$ 1 milhão por ano, somadas as despesas com pessoal, equipamentos e custos de operação. O prazo previsto para o exercício da GCMS é de 18 a 24 meses, após a publicação da Lei aprovada.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Conteúdo de marca

Quero divulgar right