Alegra dobra número de funcionários em três anos | aRede
PUBLICIDADE

Alegra dobra número de funcionários em três anos

Empresa passou de 700 para 1.565 colaboradores. Portfólio da Alegra possui 119 produtos em 14 linhas

Unidade industrial produz cortes de carne suína para diversas empresas e exporta seus produtos para 25 países
Unidade industrial produz cortes de carne suína para diversas empresas e exporta seus produtos para 25 países -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Empresa passou de 700 para 1.565 colaboradores. Portfólio da Alegra possui 119 produtos em 14 linhas 

A Alegra Foods completou nesta última semana, três anos no mercado. Inaugurada no dia 22 de outubro de 2015 no município de Castro, na região dos Campos Gerais, à época o abate na unidade era de aproximadamente 2 mil suínos por dia, gerando 750 vagas de emprego. Agora, o número de abates já superou os 3 mil e hoje conta com um quadro de 1.565 colaboradores diretos – ou seja, mais que o dobro de quando as operações foram iniciadas. O investimento feito nas estruturas foi de R$ 300 milhões, aportado através do intercooperativismo da Frísia, Castrolanda e Capal. Agora, novos investimentos são realizados em infraestrutura, de modo que o faturamento da unidade atinja R$ 1 bilhão nos próximos anos. 

“Em apenas três anos nossa marca cresceu muito. Nossos produtos caíram no gosto das pessoas, assim como nos ramos varejista, atacadista, food service e das indústrias. Hoje trabalhamos com mais de 119 produtos de 14 linhas, em pontos de venda de 18 estados brasileiros”, afirma o superintendente da Alegra, Ivonei Durigon. Ele completa a frase, explicando que a Alegra hoje exporta para mais de 25 países e mantém parceria com empresas como Ceratti, Ecoaxial, Outback, Madero, Boua e Fridays.

Do quadro funcional da empresa, 44% é ocupado por mulheres. Além disso, há a busca para o desenvolvimento local e regional. “No total, 40% do nosso orçamento de compras é destinado a fornecedores locais, o que valoriza a economia e o desenvolvimento regional. No último ano, também entramos como uma das empresas da Unium, marca institucional das nossas cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, e que passou a representar os projetos em que as três atuam em parceria”, completa Durigon. 

A Alegra é a primeira planta industrial de alimentos a conquistar o selo NAMI (North American Meat Institute), certificado pela WQS em bem-estar animal para suínos. A empresa também se preocupa com a responsabilidade ambiental, cumprindo com os valores das cooperativas e com as legislações, utilizando recursos energéticos naturais e realizando a gestão de materiais e resíduos.

Grupo curitibano visita fábrica

Como parte das comemorações, a fábrica da Alegra recebeu, na tarde da última segunda-feira (22), o Gastrotiba - grupo independente de empresários e chefs de Curitiba. Os seis representantes de restaurantes estiveram na fábrica para conhecer o processo de cortes da marca. Durante a visita, os chefs puderam conhecer as instalações e ver de perto os cortes especiais da Alegra, preparados e servidos nos restaurantes do grupo.

Com informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Participe de nossos

Grupos de Whatsapp

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE