Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma

Aspectos de saúde mental, colocando alunos como protagonistas, proporcionaram ampla reflexão no 5º ano da Escola Rui Barbosa

Trabalho foi além de conversas, com alunos protagonizando estudos e materiais
Trabalho foi além de conversas, com alunos protagonizando estudos e materiais -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A campanha do ‘Setembro Amarelo’ teve uma ampla repercussão e diversas atividades junto aos alunos do 5º ano da Escola Municipal Rui Barbosa, em Ortigueira. A professora do 5º ano, Denize Siderovitz, comenta as ações.

“Segundo uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), um quarto dos jovens brasileiros já considerou o suicídio nos últimos 30 dias. Por isso, o assunto torna-se cada vez mais delicado e necessário dentro e fora do ambiente escolar”, aponta a docente.

GALERIA DE FOTOS

  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  • Dinâmicas em Ortigueira levam 'Setembro Amarelo' para turma
  

A educadora cita que a ação ‘Setembro Amarelo: Cada Vida Importa’, trouxe uma valiosas oportunidade de abordar sintomas da depressão nas aulas, o que estimulou a participação dos alunos nas iniciativas acerca da saúde emocional. Denize também pontua as atividades realizadas.

“Leitura de reportagem; observação de gráficos com o número de pessoas que se suicidam no Brasil e no mundo; produção de frases; rodas de conversa; dinâmica utilizando balões; confecção de cartaz e flores em papel cartão; distribuição de balas com frases sobre o tema para os alunos de demais salas”, explica a professora.

Outro ponto importante foi de desenvolver as habilidades socioemocionais entre os educandos, englobando autoconhecimento, empatia e resiliência. “Nessa atividade foi possível a conscientização dos educandos e a prática de atitudes que demonstrem amor ao próximo e transformem comportamentos, fortalecendo as relações de respeito”, conclui a docente.

Acesse o blog escolar da Escola Rui Barbosa clicando aqui

Conteúdo de marca

Quero divulgar right