UPA Santa Paula afasta enfermeiro acusado de assédio

O suposto caso teria acontecido contra uma paciente da Unidade de Pronto Atendimento

A direção da UPA Santana se pronunciou sobre o desligamento do enfermeiro.
A direção da UPA Santana se pronunciou sobre o desligamento do enfermeiro. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O suposto caso teria acontecido contra uma paciente da Unidade de Pronto Atendimento 

Um enfermeiro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Paula foi desligado do quadro de funcionários, na última segunda-feira (25), após uma acusação de assédio contra uma paciente. Em nota, o ISAC- Instituto Saúde e Cidadania, gestor da UPA Santa Paula, afirmou que "o colaborador descumpriu o código de ética e princípios legais da organização". 

Ainda de acordo com os gestores da unidade, uma sindicância interna foi instaurada para apurar o caso e, após a investigação, o desligamento do profissional aconteceu de forma imediata. O caso foi registado em boletim de ocorrência e a identidade da vítima foi preservada pela empresa gestora. 

"O ISAC está reforçando as orientações ao seu time para que as práticas assistenciais sejam humanizadas. Para isso, irá realizar novas campanhas de sensibilização e realizar novos treinamentos sobre suas diretrizes de humanização, ética, integridade e atendimento seguro", diz a nota emitida pela direção da UPA Santa Paula.