Câmara rejeita abertura de CPP contra Felipe Passos

Pedido de cassação não obteve a quantidade mínima de votos e Comissão Parlamentar Processante (CPP) não foi aberta

Votação ocorreu há pouco
Votação ocorreu há pouco -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Pedido de cassação não obteve a quantidade mínima de votos e Comissão Parlamentar Processante (CPP) não foi aberta

Com nove votos contrários e oito votos favoráveis, a Comissão Parlamentar Processante (CPP) contra o vereador Felipe Passos foi rejeitada. A votação foi realizada há pouco, na sessão desta quarta-feira (2). Sem ter a quantidade de votos necessários da Casa de Leis para prosseguir com o pedido de cassação do mandato do parlamentar do PSDB, a Comissão Parlamentar Processante (CPP) não foi aberta. O pedido de cassação foi por ‘quebra de decoro parlamentar’, apresentado por Geraldo Stocco Filho (PSB) e Josiane Schade Kieras (PSOL).

A solicitação acontece por conta da recente decisão da Justiça, noticiada pelo Portal aRede em 27 de maio, onde a juíza Luciana Virmond Cesar, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Ponta Grossa, determinou o bloqueio de R$ 50 mil do vereador Felipe em ação proposta pelo Ministério Público. Na denúncia, cita suposta ‘rachadinha’ do parlamentar, bem como assédio moral e sexual contra ex-assessores.

Na sessão desta quarta-feira, o próprio vereador Felipe Passos afirmou que se a justiça o condenar, ele mesmo pede renúncia. 

Conteúdo de marca

Quero divulgar right