Cursos profissionalizantes auxiliam jovens no Cense

Mais de 30 adolescentes participam de cursos por meio de parceria entre Centro de Integração Empresa Escola e Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Mais de 30 adolescentes participam de cursos por meio de parceria entre Centro de Integração Empresa Escola e Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos

O convênio estabelecido entre a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejuf) e do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE-PR) essencial para que o Sistema de Atendimento Socioeducativo consiga desenvolver integralmente as ações necessárias para o processo de formação dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em Ponta Grossa.

De acordo com a Sejuf, atualmente são 27 adolescentes no Centro de Socioeducação (Cense), além de outros cinco adolescentes que estão na Casa de Semiliberdade com suspensão de medida, mas que continuam sendo atendidos em regime remoto pelas equipes das unidades.

Os cursos são ofertados a todos os adolescentes que cumprem medidas socioeducativa de internação, internação provisória e semiliberdade nas Unidades do Estado. Considerando o contexto da pandemia, houve redução no número de adolescentes nas Unidades e, neste momento são beneficiados aproximadamente 500 adolescentes no Estado todo.

Por meio dessa parceria, serão ofertados dez cursos em todas as unidades do Estado e os jovens poderão participar de qualquer um deles: Autoconhecimento; Desenvolvimento de Qualidades Pessoais; Como ter sucesso nos Processos Seletivos – Dicas de Entrevista; Comunicação Não Violenta; Inteligências Múltiplas; Auxiliar Administrativo – RH e Arquivos; Qualidade no Atendimento ao Público; Marketing Pessoal – A Arte de se Relacionar Bem; Projeto de Vida Pessoal e Profissional; Empreendedorismo.

Os cursos ofertados pelo CIEE nas Unidades Socioeducativas fazem parte do catálogo de oferta da Instituição e são de extrema relevância para os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, pois possibilitam despertar nos adolescentes interesse pelo mundo do trabalho. Além desta parceria a Sejuf possui Termo de Cooperação Técnica formalizado com o SENAI para a oferta de cursos profissionalizantes nas dependências das Unidades e possuí um projeto próprio para a oferta de cursos de qualificação profissional básica, que prevê a realização de 412 turmas, com 28 diferentes tipos de curso, organizados em 7 eixos de oferta.

Na prática, os cursos são ministrados pelos instrutores do CIEE e acompanhados pelo Pedagogo da Unidade Socioeducativa. Neste momento de pandemia, considerando que as atividades presenciais encontram-se suspensas, os cursos serão executados à distância. A Equipe do CIEE preparou vídeos gravados pelos Instrutores e material impresso com os conteúdos dos cursos.

Mudanças na pandemia

As rotinas foram adaptadas de acordo com o estabelecidos pelas Portarias 01,02 e 03 do DEASE/SEJUF;

  • As visitas foram suspensas e os contatos via telefones e videochamadas, foram intensificados pelas equipes técnicas das Unidades;
  • Também foram temporariamente suspensas as atividades de assistência religiosa, atividades externas, de escolarização, profissionalização e oficinas prestadas por voluntários ou parceiros.
  • As atividades de escolarização foram retomadas através do atendimento online e neste mês de agosto retornam as atividades profissionalizantes com o CIEE, também na mesma modalidade.
  • Cada Unidade elaborou um cronograma de atividades pedagógicas e socioeducativas alternativas, com os adolescentes assintomáticos, em espaços abertos e/ou com ventilação.