Projeto Médicos de Rua atende pessoas em situação de rua

Ação acontece neste domingo (05)

Neste domingo (05), a Praça Barão do Rio Branco recebe a retomada das atividades do projeto “Médicos de Rua”. Após uma pausa devido à pandemia, o projeto retoma com atendimentos e orientações para pessoas em situação de rua, na Praça Barão do Rio Branco, centro de Ponta Grossa.

Alunos e professores de todos os cursos da área da Saúde, de Direito e de Serviço Social da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), juntamente com voluntários da ONG Médicos de Rua, fornecem alimentação, serviços de saúde, higiene, atendimento jurídico e social, cortes de cabelo e doação de materiais de roupas. Também irá participar da ação neste domingo a Secretaria de Assistência Social de Ponta Grossa, com o veículo do projeto Banho Solidário.

“O objetivo do projeto Médicos de Rua é atender as pessoas em situação de rua através de ações multiprofissionais”, explica a professora Fabiana Postiglioni Mansani, diretora do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde. “Essas pessoas estão temporariamente sem ter casa para morar e estão em uma vulnerabilidade bastante grande”. Segundo levantamento da Prefeitura de Ponta Grossa, a cidade tem cerca de 120 pessoas em situação de rua, que têm residência, mas utilizam a rua como espaço para sobrevivência, e cerca de 30 moradores de rua, que não têm referência domiciliar.

Através de uma parceria entre a UEPG, Fundação Municipal de Saúde (FMS) e a ONG Médicos do Mundo, que idealizou o projeto Médicos de Rua do Brasil, o projeto realiza desde junho de 2019 atividades na região central de Ponta Grossa. Em março de 2020, foi preciso fazer uma pausa, por conta da pandemia de Covid-19, e o projeto retoma agora com restrições de número de pessoas, mas com vontade redobrada de ajudar. “Estamos fazendo com uma equipe bastante reduzida, tivemos que recrutar alunos e selecionar através de sorteio, justamente porque não podemos ter a aglomeração de pessoas”, conta Fabiana.

Para além de uma ação extensionista, que leva os projetos da Universidade à comunidade, Médicos de Rua é, também, uma ação de voluntariado. “Essa ação tem um papel importante para a comunidade, para as pessoas em situação de rua, mas também para uma formação mais humana e social, dentro do contexto multiprofissional do que a universidade tem a oferecer para nossos alunos”, aponta a professora. Além da atuação prática, importante para a formação dos profissionais, há ainda uma atuação humana, de valorização da dignidade das pessoas atendidas. “Nós vemos que isso faz uma grande diferença na formação dos seres humanos que são os futuros profissionais formados na UEPG”.

Participam da coordenação do projeto a professora Fabiana Postiglione Mansani, diretora do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde; a professora Ana Paula Veber, do Departamento de Ciências Farmacêuticas da UEPG; e o professor Carlos Eduardo Coradassi, da Fundação Municipal de Saúde.

Sanches Neto vence eleição e é reeleito reitor da UEPG

Atual reitor da universidade pública ficará à frente da Instituição por mais quatro anos; seu novo v ...

Confira a coluna RC desta quinta-feira (14/04)

Confira a coluna RC desta quinta-feira (14/04) ...

Veja fotos da comemoração da vitória de Sanches Neto

A chapa comandada por Miguel Sanches Neto, ‘Sempre UEPG’, obteve1.004 votos ...

Inscrições do 34º Festival da Canção encerram em 17 de abril

Para participar do 34º FUC, os inscritos devem enviar um e-mail para [email protected], com a ...

Comércios de rua fecham neste feriado em Ponta Grossa

As lojas do shopping atendem na sexta-feira das 14h às 20h, sábado das 10h às 22h e no domingo fecha ...

Operação Semana Santa começa nesta quinta-feira

PRF reforça efetivo e dá dicas de segurança para motoristas ...

Crianças da Coronel Cláudio recebem kits de páscoa

Doces foram arrecadados em ingresso solidário nas apresentações da Semana Bruno e Maria Enei ...

Publicidade Legal - 14/04/2022

Publicidade Legal - 14/04/2022 ...

Governo anuncia reajuste de 5% para servidores federais

Impacto nas contas públicas poderá chegar a R$ 5,8 bilhões neste ano; com o anúncio, será necessário ...

Novo pedágio do PR pode isolar municípios, dizem especialistas

Audiência promovida pela Assembleia Legislativa apresentou estudo sobre impactos da modelagem de con ...

Deputados apontam problemas sobre novo pedágio do Paraná

Audiência pública debateu o documento elaborado pelo Instituto de Tecnologia de Transportes e Inovaç ...

Prefeitura suspende licitação para atualizar radares de PG

Poder Executivo investiria mais de R$ 8,5 milhões; empresa alega que exigências do “Edital não traze ...

Páscoa: é tempo de reorganizar a rota para seguir atualizado

Páscoa: é tempo de reorganizar a rota para seguir atualizado ...

‘Mercadão’ deve ficar pronto até o bicentenário de PG

‘Mercadão’ deve ficar pronto até o bicentenário de PG ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS