Humai-UEPG expande atendimento materno-infantil

Hospital da Universidade Estadual de Ponta Grossa estendeu o atendimento para três regionais de saúde

Na tarde desta sexta-feira (24), o Hospital da Universidade Estadual de Ponta Grossa (HU-UEPG) esclareceu sobre a transferência, feita pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, do Pronto Atendimento Infantil (PAI). O serviço, que atualmente acontece no Hospital Materno-Infantil, passa a ser realizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santa Paula, a partir das 23h59 da próxima quinta-feira (30). Com a alteração, o Humai passa a atender três Regionais de Saúde (3ª, 4ª e 21ª), de 28 municípios, com cerca de 1,1 milhão de habitantes.

O Hospital Materno-Infantil realizou, em média, 4,5 mil atendimentos no último mês. Com a transferência feita pela Prefeitura, todo atendimento infantil do Humai passa a ser referenciado, ou seja, acontece por encaminhamento via Central de Leitos do Estado ou pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). De acordo com o diretor técnico do HU, Ricardo Zanetti, o grande objetivo da transferência é o Humai passar a ser um hospital regional. “Isso permite uma alocação no atendimento em diversos pontos, para urgência e emergência, de tal forma que o atendimento às crianças passa a ser realizado muito mais próximo das suas residências, nas Unidades Básicas de Saúde, facilitando o atendimento”, ressalta.

Zanetti ainda cita que, em casos de necessidade de atendimentos de alta complexidade, as crianças serão transferidas para o Humai. “Isso permite a ampliação de serviços e o aumento da complexidade do atendimento das crianças, com a abertura de diversas especialidades que até então não podiam ser atendidas no município”. Cumprindo a função de ensino do Hospital Universitário, o Humai continua a desenvolver atendimentos com o objetivo de formação profissional. De acordo com o diretor, a ação abre vagas para residências em pediatria e obstetrícia. “Com isso, aumentaremos a quantidade de profissionais disponíveis na região, assim como continuaremos trabalhando na excelência na formação desses profissionais”.

Zanetti ainda frisa que a transferência segue os critérios do Sistema Único de Saúde (SUS), que estabelecem que unidades de saúde atendem casos de menor complexidade; os pronto atendimentos, de média complexidade; e os hospitais atendem alta complexidade. “Agradecemos ao ex-prefeito Marcelo Rangel e à atual prefeita Elizabeth Schmidt pela confiança no trabalho conjunto realizado até agora. Deixamos aqui o compromisso institucional de que não deixaremos ninguém sem oportunidade de atendimento”, finaliza.

A ação acontece por meio da Lei nº 13933/21, que oficializa e autoriza a doação do Hospital para a UEPG. A partir da próxima semana, a Prefeitura passa a ser responsável por realizar atendimento em estrutura própria, sem interferência da UEPG. A mudança ocorre porque compete ao município os atendimentos de atenção primária e, com a transferência do Humai para o Estado, o serviço precisa ser alocado em uma unidade municipal.

Para o secretário municipal de saúde, Rodrigo Manjabosco, o processo de mudança exigiu uma preparação de todas as entidades envolvidas. “Se nós entendemos que Ponta Grossa é um polo de referência médica, precisamos preparar essas estruturas para acolher a região onde estamos inseridos”, destaca. O Secretário reafirma o papel das instituições, nas áreas de baixa, média e alta complexidade. “Se nós conseguirmos fazer com que a população entenda essa rede, teremos um melhor atendimento e não teremos superlotação de serviços de pronto atendimento. Reorganizar a rede é dar solução para as necessidades da população”, completa.

De acordo com o chefe da 3ª Regional de Saúde, Robson Xavier, o processo de organização da rede de urgência e emergência do município é constante. “O processo do HU assumir o Hospital da Criança tem nos oportunizado a possibilidade de dar um atendimento mais qualificado às nossas crianças. Entendemos que essa é uma medida adequada, que vai nos possibilitar continuar no processo de qualificação da nossa rede”, diz. Segundo Robson, crianças que antes teriam que ir a outra cidade para ter atendimento de alta complexidade, hoje podem ir ao Humai. “Esse é um passo importante, nós não temos dúvida de que essa medida qualifica a nossa rede de assistência. As crianças continuam tendo as unidades básicas para casos leves e terão o Humai para maior complexidade, que possui condições de fazer o diagnóstico”, explica.

Histórico

Os serviços obstétricos do Hospital Universitário começaram a funcionar no Hospital da Criança em 20 de agosto de 2020, com quadro de servidores do Município e do Estado. As negociações para a transferência já ocorriam desde março do ano passado, com o então prefeito de Ponta Grossa Marcelo Rangel, que deu início aos trâmites do convênio.

Em abril do mesmo ano, a UEPG recebeu R$ 13,8 mi para a transferência da maternidade, UTI pediátrica e UTI neonatal do HU para o Hospital da Criança. O provimento veio do Governo do Estado, em nome do Secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, que incentivou as negociações e a abertura de leitos do HU.

A transferência de responsabilidades do Hospital da Criança para a UEPG é fruto do Projeto de Lei (PL) 046/2021, de autoria da Prefeitura Municipal, homologado em março deste ano. A doação permitiu que a UEPG assuma os serviços hospitalares; amplie atendimentos ambulatoriais; garanta a qualidade e humanização na assistência do pré ao pós-parto; implante o Programa de Residência Multiprofissional; e torne o Hospital uma referência no atendimento materno-infantil na região.

Família paga recompensa para encontrar autor de homicídio

Família paga recompensa para encontrar autor de homicídio...

Escola e professora do ‘Televisando’, recebem prêmio

Escola e professora do ‘Televisando’, recebem prêmio...

Uma escola à Mãe da Divina Graça

Uma escola à Mãe da Divina Graça...

Prefeitura chama artesãos para Feira no Ponto Azul

Prefeitura chama artesãos para Feira no Ponto Azul...

PG abre agendamento para 2ª dose de Astrazeneca e Pfizer

PG abre agendamento para 2ª dose de Astrazeneca e Pfizer...

Confira as vagas de emprego desta segunda-feira (27/09)

Confira as vagas de emprego desta segunda-feira (27/09)...

Inscrições do PSS para professores são prorrogadas

Inscrições do PSS para professores são prorrogadas...

CCR RodoNorte supera os 53 mil atendimentos em 2021

CCR RodoNorte supera os 53 mil atendimentos em 2021...

Capa da edição deste fim de semana (25, 26 e 27/09/2021) do JM

Capa da edição deste fim de semana (25, 26 e 27/09/2021) do JM...

Cidades da região lideram na produção agrícola nacional

Cidades da região lideram na produção agrícola nacional...

O caminho para nota mil na redação do Enem

O caminho para nota mil na redação do Enem...

‘Conforto’ segue como tendência da moda

‘Conforto’ segue como tendência da moda...

Contratação de temporários deve ser a maior desde 2013

Contratação de temporários deve ser a maior desde 2013...

Programa Decola está com inscrições abertas

Programa Decola está com inscrições abertas...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS