Reitor destaca a importância do Projeto Eleitor do Futuro

O projeto envolve cerca de três mil alunos entre 12 e 16 anos incompletos, de 12 instituições de ensino da rede pública e privada

O Reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), professor Miguel Sanches Neto, participou na última terça-feira (19), na Câmara de Vereadores de Ponta Grossa, do lançamento da sétima edição do projeto Eleitor do Futuro 2022. O projeto envolve cerca de três mil alunos entre 12 e 16 anos incompletos, de 12 instituições de ensino da rede pública e privada e tem o objetivo de discutir democracia, participação política e importância do voto, a fim de incentivar o protagonismo juvenil na política e a cidadania de crianças e adolescentes.

“O projeto Eleitor do Futuro conta com uma forte participação da UEPG e revela esse papel que a universidade cumpre de maneira extremamente competente que é a formação de lideranças das mais diversas áreas e, nesse caso específico, a formação de lideranças para a cidadania, porque garantir o acesso a um processo eleitoral é ampliar o processo democrático de participação”, avalia o Reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa, professor Miguel Sanches Neto.

Para o reitor da UEPG, projetos como esse têm papel importante na formação acadêmica dos alunos: “É extremamente importante, uma vez que, na condição de pessoas que ainda estão em processo de formação, esse contato com o processo eleitoral tem também um caráter formativo. Ajuda na formação dos nossos alunos para que possam atuar de maneira mais transformadora dentro da nossa sociedade”, destaca.

O estagiário do Projeto Eleitor do Futuro, acadêmico do terceiro ano de Serviço Social da UEPG, Matheus Dums, avalia positivamente a oportunidade. “Eu acho extremamente interessante o projeto por eu ser acadêmico, pois, além de eu aprender a realizar as oficinas, eu auxilio na promoção da autonomia dos adolescentes, mas principalmente por poder atuar nas funções e responsabilidades atendidas pelo NEDDIJ”, afirma. Luiza concorda com o colega: “Eu acho que essa atividade vêm muito de encontro com o princípio de um projeto de extensão, que é a gente estar ali na comunidade trazendo a autonomia dos adolescentes e também com a nossa formação acadêmica: a gente tá na prática trabalhando com eles, não apenas na teoria, mas diretamente com o sujeito”, complementa a acadêmica.

O projeto é uma iniciativa da Vara da Infância e Juventude, sob coordenação da juíza Dra. Noeli Reback, e com parceria com o Núcleo de Estudos e Defesa de Direitos da Infância e da Juventude (NEDDIJ) da UEPG. “A parceria do NEDDIJ com a Vara da Infância e da Juventude já é histórica. Nessas ações preventivas a gente trabalha já, há bastante tempo. Com o Eleitor do Futuro, então, cada vez que é ano de eleição, seja municipal, estadual ou federal, o NEDDIJ faz parceria com a Vara da Infância oferecendo oficinas de cidadania nas escolas estaduais e particulares”, detalha a professora do Departamento de Serviço Social, coordenadora do NEDDIJ UEPG, Cleide Lavoratti.

O Projeto abrange diversos aspectos relacionados à política, a fim de engajar e mobilizar os jovens. “Nós vamos trabalhar estimulando a discussão da cidadania, democracia participativa, sobre a importância do voto, para que esses jovens futuramente possam se engajar na vida política do país”, relata a coordenadora do NEDDIJ. A professora ainda destaca a importância do projeto para a formação não só de eleitores, mas de cidadãos do futuro: “A gente entende que essas ações são de fundamental importância pra gente democratizar as relações sociais, democratizar a participação política. Às vezes a gente percebe que os jovens estão muito distantes das discussões sobre cidadania, sobre participação política, e a participação não se dá só pelo voto – é uma das formas de participação”, ressalta.

A Juíza da Vara da Infância e Juventude, dra. Noeli Reback, destaca que o projeto já atingiu muitos jovens ao longo dos anos e exerce papel fundamental no desenvolvimento da consciência política e social. “Atingimos mais de 20 mil alunos já, e todo ano ele é uma novidade, porque aprender política, fazer política seriamente, dentro do conceito efetivo que é política, é o que se aprende na escola mesmo. Se aprende de jovem. E a busca nesse projeto é isso: é conscientizar esse adolescente que ainda não vota, mas vai votar na eleição próxima, da importância que é ser político quanto ao exercício do voto, em quem vai votar, por isso a gente trabalha com todas as etapas que a Justiça Eleitoral tem, com esses eleitores do futuro”, destaca.

O Projeto

O Projeto Eleitor do Futuro tem como propósito a realização de oficinas, ministradas por acadêmicos da UEPG, com jovens em período escolar, a fim de sensibilizá-los sobre a políitca. Hoje, o Eleitor do Futuro conta com o trabalho de 10 alunos estagiários dos cursos de Direito e Serviço Social da UEPG, mas ainda mais alunos devem fazer parte do projeto. “Esses 10 acadêmicos estarão mobilizando acadêmicos do Direito e do Serviço Social para que esses jovens, que vão receber uma capacitação do dia 25 a 29 de abril,  possam aplicar oficinas nas escolas estaduais e particulares”, explica a professora Cleide. “São cerca de três mil alunos, então a gente precisa de mais gente junto na parceria para o projeto”, destaca a aluna estagiária do projeto, acadêmica do terceiro ano de Serviço Social, Luiza Stelle Linhares da Rocha.

Reback esclarece que, nas escolas, após as oficinas e com a orientação dos monitores e professores, os alunos simularão eleições para sentirem um pouco de como funciona o processo eleitoral. “Primeiro eles fazem convenção, têm partidos políticos – que não são os oficiais, obviamente -, têm bandeiras que eles defendem, se candidatam dentro das escolas, têm seus eleitores… Dentro da área administrativa da Justiça Eleitoral, fazemos a lacração de urnas, o treinamento de mesários e fazemos a eleição e parametrizamos os votos”, relata a juíza. “São quatro meses de projeto, mas de uma maneira muito intensa levando o que é política para esses meninos e meninas com a intensão de que a gente consiga deixar um pouco de mensagem com a importância do que é a democracia”, ressalta. “Então a ideia é realmente fortalecer essa participação e esse protagonismo da juventude nos espaços  e nas instâncias de deliberação de políticas públicas”, complementa a professora Cleide.

O jovem eleitor

Em ano de eleições, a Justiça Eleitoral tem investido no incentivo para que os jovens façam seu título de eleitor, que pode ser emitido pelo site do TSE. O Projeto Eleitor do Futuro tem trabalhado desde cedo no incentivo dos jovens junto às escolas. “Hoje é o lançamento do Projeto, mas nós iniciamos o projeto em março. A primeira etapa do projeto foi um trabalho muito constante junto aos colégios no sentido de conscientizar o jovem que vai fazer 16 anos a fazer seu título eleitoral. Todos os adolescentes acompanhados pela Vara da Infância também estão sendo orientados para que façam o título eleitoral. É muito importante que o jovem de 16 a 18 anos, mesmo não sendo obrigado, entenda a importância de fazer o título. Não pensando em fazer por fazer, mas votando conscientemente”, ressalta a juíza, dra. Noeli Reback.

O reitor da UEPG, professor Miguel, destaca a importância de iniciativas como essa para o incentivo da participação juvenil na política. “Nesse momento essa iniciativa é extremamente importante, principalmente nesse período de pós pandemia em que houve uma desmobilização maior de todos, mas principalmente dos jovens. É importante que eles sejam inseridos dentro dessa perspectiva eleitoral e, muito mais que eleitoral, mas numa perspectiva de defesa de políticas públicas nas mais diversas áreas. Então o momento é propício para que os alunos e os professores da nossa universidade possam desenvolver esse papel de engajamento dos jovens e adolescentes na política”, avalia o professor.

Ministro da Saúde oficializa fim de emergência sanitária

O fim da emergência de saúde pública terá um prazo de transição de 30 dias, para adequação dos gover ...

Fim da emergência sanitária é uma decisão política

Fim da emergência sanitária é uma decisão política ...

Capa da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/04/2022) do JM

Capa da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/04/2022) do JM ...

Imbaú avança em projeto para novo Complexo Esportivo

Município pretende incentivar a prática de diversas modalidades e a profissionalização de várias cat ...

Castro protocola diretrizes orçamentárias para 2023

Matéria já foi encaminhada para a comissão permanente de Finanças e Orçamento ...

Jaguariaíva entrega obras em CMEI com aporte de R$ 2 mi

Inauguração da nova estrutura do CMEI Pedro Nunes ocorreu na última quarta-feira (20) ...

Agricultura regional recebe ação sustentável da Sanepar

Destinação de resíduos dá suporte para produtores de nove cidades ...

O Plano de Contingência Guarapuavano: a mentira sem fim

O Plano de Contingência Guarapuavano: a mentira sem fim ...

Telêmaco teve crescimento de 620% nos casos de dengue

Aumento foi contabilizado em um período de 20 dias ...

Incra destinará R$ 500 mil em recursos para Guamiranga

Justiça determina repasse para a compra de maquinários agrícolas ...

Extinção da Prolar será votada pela Câmara na segunda

Extinção da Prolar será votada na segunda ...

Publicidade Legal - 21/04/2022

Publicidade Legal - 21/04/2022 ...

Curso de arbitragem em atletismo acontece em maio

Objetivo é capacitar acadêmicos de Educação Física e a comunidade em geral, para estarem preparados ...

Receita recebe 102 mil declarações de IR na região

Receita recebe 102 mil declarações de IR na região ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS