A valorização do profissional de T.I e a inovação aberta no mercado brasileiro

Por Bruno Souza

 

A alta demanda por profissionais de tecnologia faz com que eles estejam cada vez mais valorizados no Brasil e em outros países. Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostrou que a procura por profissionais na área de TI será de 420 mil pessoas, até 2024, no país.

Além das vagas que surgem nas companhias brasileiras muitas são as oportunidades que estão à disposição fora do país. Isso acaba criando uma certa disputa por esses talentos que veem a sua frente uma diversidade de possibilidades. De acordo com levantamento do Boston Consulting Group (BCG), 63% dos profissionais de T.I estão dispostos a se mudar de país. Os EUA são o destino preferido dos brasileiros seguido do Canadá, Portugal e Alemanha.

O perfil comportamental do brasileiro certamente é o que mais atrai as empresas do exterior. Além dos conhecimentos técnicos, os profissionais levam em sua bagagem alguns skills que o estrangeiro nem sempre possui, como por exemplo, a disposição em aceitar novos desafios ser muito criativo, colaborativo e de fato vestir a camisa da empresa.

Mas apesar de a oferta de trabalho no exterior aparentar ser uma oportunidade para dar um salto na carreira, nem sempre a vaga fora do país vai ser a melhor opção. As empresas no Brasil abrem cada vez mais espaço para que esses profissionais desenvolvam seus diferentes conjuntos de habilidades.

Cada vez mais há a consciência de se ter uma boa estratégia de retenção, afinal o colaborador que trabalha duro e oferece soluções criativas para a companhia merece ser reconhecido por seus esforços e não se sentir estagnado ou subestimado. De acordo com a startup Revelo, houve um crescimento de aproximadamente 55% na média salarial dos profissionais de TI que atuam nas grandes capitais brasileiras.

A prática da inovação aberta (open innovation), que tem sido incorporada à diversas empresas especialmente as de tecnologia, também é um sinal de que não é preciso sair do país para se ter contato com inovações e desenvolvimento de soluções que ocorrem em outras culturas. A troca de conhecimento entre as empresas está cada vez mais frequente o que potencializa a evolução dos talentos.

Colaboração é a palavra de ordem da nossa atualidade. Hoje é possível se desenvolver tecnologicamente por meio de parcerias com especialistas do mercado, bem como com startups, instituições de pesquisa, universidades, incubadoras, entre outros. Esse tipo de cooperação é vantajoso para os talentos que podem ampliar significativamente seus conhecimentos.

Por fim, o profissional precisa saber avaliar o mercado e as oportunidades que estão em jogo. É fato que existe uma riqueza de aprendizado quando há um intercâmbio de conhecimento e uma imersão em um cenário internacional. Mas existem excelentes oportunidades aqui e ainda há a possibilidade de se trabalhar para uma empresa lá fora sem nem sair do Brasil.

 

Bruno Souza, evangelista de Java e mentor do The Developer's Conference (TDC), maior conferência de comunidades de tecnologia do Brasil.

 

 

 

 

Confira a coluna RC deste sábado (09/04)

Confira a coluna RC deste sábado (09/04) ...

Operário inicia contra o Tombense caminhada na Série b

Operário inicia contra o Tombense caminhada na Série b ...

Vacinação contra gripe segue nas Unidades de Saúde

Não há a necessidade de agendamento, já que as aplicações serão por livre demanda ...

Copa AMCG de Futsal começará no mês de maio

Congresso Técnico foi realizado na manhã desta quarta-feira (6) em Telêmaco Borba ...

UEPG recebe acervo de obras do ex-pracinha Alfredo Klas

Mais de 390 exemplares de obras do acervo pessoal de Klas, estarão disponíveis para estudantes, pesq ...

Carnês do IPTU chegam aos Correios para distribuição

Prazos de vencimento da cota única, 1ª e 2ª parcela do IPTU foram alterados para 29 de abril ...

Projeto resgata laços afetivos entre detentas e famílias

As mulheres beneficiadas passaram por estudo de caso, escuta ativa, produção de vídeos, palestras de ...

Polícia prende quatro pessoas por tráfico de drogas em PG

Abordagem ocorreu nesta sexta-feira (08), no Jardim Aroeira ...

Vila Velha tem aumento no número de visitantes em março

Aumento de turista no Parque, saltou de 105 turistas em março de 2021, para 3708 no mês passado ...

Projeto voluntário estimula leitura e arte há 15 anos

Encontros do Bando da Leitura não pararam na pandemia e voltaram de forma presencial todas as sextas ...

Publicação Legal - 09/04/2022

Publicação Legal - 09/04/2022 ...

Miguel Sanches Neto se mostra confiante para reeleição

Ele é candidato pela chapa ‘Sempre UEPG’, junto do vice Ivo Mottin Demiate; liderança é o atual reit ...

Prefeitura renova contrato com a Cidatec por mais 90 dias

Nova licitação segue em andamento, já que uma das empresas concorrentes entrou com um recurso contra ...

Câmara vota Plano Diretor e Programa de Demissão

Além disso, vereadores debatem o Plano de Mobilidade Urbana, a proibição do passaporte da vacina con ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS