Mulheres sob ameaça

Por Emerson Pugsley

            Quero iniciar este artigo, com uma pergunta: - qual é o valor de uma vida? A resposta, pode ser demonstrada, de muitas maneiras. Para alguns, a vida é tudo e para outros um nada absoluto. É bem isso, que vocês acabaram de ler.

            No começo desta semana, em reportagem de um famoso telejornal, as preocupantes estatísticas, sobre a violência contra a mulher no Brasil. De janeiro de um certo ano 2013, até o mês de novembro, já foram registrados mais de 50.618 casos de estupros, sem falar naqueles casos, que por vergonha ou medo da vítima, não são registrados nos boletins de ocorrência da polícia.

            O que pensarmos, diante de situações assim? O ser humano, buscando caminhos da violência, deixando pessoas completamente traumatizadas, aterrorizadas e machucadas.

            Aqui na Cidade de Ponta Grossa, em menos de um mês, vários casos registrados, nas manchetes policiais, com direito a chutes na cabeça, gasolina, tiros quase mortais e outros feminicídios mais.

            Muito complicado, quando deixamos de lado, o respeito pelo próximo. Não posso compreender, o que passa na mente de homens assim. Buscar o prazer provocando a dor, é uma atitude monstruosa, não vista em nenhum comportamento animal.

            E a violência doméstica então? Namorados, noivos, companheiros e esposos com as mãos pesadas, machucando quem deveriam amar e proteger. É a Lei Maria da Penha mostrando a sua finalidade.

            Semana passada, a jovem psicóloga de Ivaí, sendo torturada, assassinada e ainda, sofrendo violência virtual, em sua honra, através de redes sociais. A que ponto chegamos, minha gente, pois ninguém é proprietário de pessoas. Relacionamentos podem sim, serem finalizados, mas nem por isso, devemos sair por aí, rompendo os laços afetivos, com cordas de sangue, ácido, facadas, entre outras mais.

            O medo em cada esquina, seja do centro ou dos bairros da cidade. Desde uma simples viagem de ônibus ou táxi, onde o destino final pode ser o estupro. Assim temos inúmeros exemplos. Sem falar, nos casos de assédio moral e sexual.

            Mais triste, em muitos casos, é a violência que nasce no seio familiar. São as meninas e jovens violentadas pelos pais, padrastos, irmãos, avôs, etc. Uma silenciosa e maléfica atitude.

No mundo dos famosos e anônimos, a violência mostrando sua crueldade transformada em pequenos pedaços de carne humana, até hoje não encontrados.          A jovem atriz global, com um futuro promissor, assassinada sem piedade pelo ator com o qual contracenava. As tesouradas furaram muito mais do que seu peito. Destruíram seus sonhos, família e carreira. E o pior é sabermos, que o assassino hoje, caminha livremente, pois ficou bem comportadinho enquanto preso.         Tempos atrás, tivemos aquela jovem, a qual ganhou uma carona do namorado da mãe, para retornar de Santa Catarina para Curitiba, e conseguiu deixar ainda registrado, no celular de familiares, o pedido final de socorro. Brutalmente estuprada e assassinada na sequência com golpes na cabeça.         Ao redor do mundo, temos inúmeros casos do desrespeito a mulher. Muitas são vendidas pequenas, pelos próprios pais, outras ao nascerem são abandonadas nos hospitais, por exemplo, na China.         

            Finalizando, ainda sonho com dias de paz e tranquilidade as mulheres. Chega de violência gratuita e débeis ou monstruosos “homens”, ou melhor, machões de privada.


Emerson Pugsley é leitor do Jornal da Manhã

 

 

 

Charge da edição deste fim de semana (09, 10 e 11/11/2019) do JM

Charge da edição deste fim de semana (09, 10 e 11/11/2019) do JM...

Muffato projeta novos aportes para PG em 2020

Muffato projeta novos aportes para PG em 2020...

Justiça acata pedido de Aliel e tarifa deve voltar a R$ 3,80

Justiça acata pedido de Aliel e tarifa deve voltar a R$ 3,80...

Dr. Magno aposta em gestão técnica para melhorar a saúde

Dr. Magno aposta em gestão técnica para melhorar a saúde...

Rudolf Polaco comemora início de obras de segurança na Souza Naves

Rudolf Polaco comemora início de obras de segurança na Souza Naves...

Munchenfest começa dia 28 e mantém tradição germânica

Munchenfest começa dia 28 e mantém tradição germânica...

Capa da edição deste fim de semana (09, 10 e 11/11/2019) do JM

Capa da edição deste fim de semana (09, 10 e 11/11/2019) do JM...

STF, Lula e o Brasil

STF, Lula e o Brasil...

Vivo anuncia investimentos na região de Ponta Grossa

Vivo anuncia investimentos na região de Ponta Grossa...

Homem é condenado a 12 anos por homicídio em PG

Homem é condenado a 12 anos por homicídio em PG...

Selma Schons descarta candidatura à Prefeitura de PG

Selma Schons descarta candidatura à Prefeitura de PG...

PG e Buraco do Padre estudam melhorias no acesso ao parque

PG e Buraco do Padre estudam melhorias no acesso ao parque...

Coluna RC deste sábado (11/11)

Coluna RC deste sábado (11/11)...

Produção industrial do Paraná é a maior do País

Produção industrial do Paraná é a maior do País...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS