PUBLICIDADE

Polícia Civil e Força Nacional prendem autor de estupro em PG

Homem de 35 anos, com mandado de prisão referente aos crimes de estupro e armazenamento de imagens de menor, foi preso em Foz do Iguaçu. Ele já era procurado por um homicídio

Situação era investigada pelo Nucria de Ponta Grossa
Situação era investigada pelo Nucria de Ponta Grossa -

Um homem de 35 anos foi preso, nessa segunda-feira (21), em Foz do Iguaçu. Contra ele havia um mandado de prisão expedido pelo Fórum de Ponta Grossa em agosto, referente aos crimes de estupro e armazenamento de imagens de cunho sexual envolvendo criança/adolescente. A adolescente em questão era enteada do autor. O homem também já estava sendo procurado pela autoria de um homicídio cometido na cidade de Colombo, em 2014, do qual ele foi condenado a cumprir pena de 18 anos em regime fechado.

A prisão ocorreu através de uma operação conjunta da Polícia Civil do Paraná com o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria Ponta Grossa), e a Delegacia de Homicídios e a Força Nacional da cidade de Foz do Iguaçu. A situação era investigada pelo Nucria de Ponta Grossa, sob o comando da delegada Ana Paula Cunha Carvalho, que representou pela prisão do homem, que estava foragido da cidade desde o último mês de julho.

A investigação aconteceu após a mãe da vítima ter procurado o Nucria da cidade para relatar os crimes. Segundo ela, os estupros foram descobertos após o fim do relacionamento entre ela e o homem. O investigado insistia em reatar o romance, mas diante das negativas da mulher, para se 'vingar’, ele teria confessado os crimes de estupros, e ainda os comprovou enviando fotos da filha adolescente sendo acariciada pelo homem. A menor afirmou que sempre era ameaçada para não contar sobre os abusos – ela é portadora de TDAH.

Desde as denúncias, o setor de investigações do Nucria/Ponta Grossa passou a realizar levantamentos e chagou à informação de que o investigado estaria na região da tríplice fronteira (Brasil/Argentina/Paraguai). A confirmação ocorreu na segunda-feira, quando investigadores obtiveram a localização exata do homem em um prédio no centro de Foz do Iguaçu. Durante a abordagem, o acusado ainda tentou empreender fuga por uma sacada do apartamento, mas foi contido pelos policiais. A prisão contou com o apoio de policiais civis da Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu e de uma equipe da Força Nacional.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MAIS DE COTIDIANO

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MIX

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE