Governo anuncia medidas para renegociar dívidas de MEIs

Pequenos negócios poderão dar entrada de 1%, com desconto nas multas

Sem poderem aderir à renegociação especial vetada pelo presidente da República na semana passada - mais informações acesse aqui -, as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais (MEI) terão acesso a dois programas anunciados na última terça-feira (11) pelo governo. Profissionais autônomos e negócios associados ao Simples Nacional – regime tributário especial para negócios de menor porte, poderão parcelar o débito com condições especiais e em mais de 11 anos, com desconto nos juros e nas multas.

Chamado de 'Programa de Regularização do Simples Nacional', o primeiro programa permite que o contribuinte dê 1% do valor total do débito como entrada, dividida em até oito meses. O restante da dívida será parcelado em até 137 meses (11 anos e cinco meses), com desconto de até 100% dos juros, das multas e dos encargos legais. Segundo a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o desconto está limitado a 70% do valor total devido.

A adesão depende da capacidade de pagamento de cada empresa, que também servirá de base para o cálculo do desconto. Haverá limite mínimo para o valor da parcela. O piso corresponderá a R$ 100 para micro e pequenas empresas e R$ 25 para MEI.

Edital

A PGFN abriu edital para outro programa, chamado de 'Transação do Contencioso de Pequeno Valor do Simples Nacional'. Essa modalidade permitirá a renegociação de dívidas inscritas até 31 de dezembro do ano passado e com valor menor ou igual a R$ 72.720, ou 60 salários mínimos.

O valor da entrada continuará em 1% do total da dívida, mas ela será dividida apenas em três parcelas. O restante dos débitos será pago em prazos menores com descontos decrescentes. O empresário poderá parcelar em nove, 27, 47 ou 57 meses, com descontos de 50%, 45%, 40% e 35%, respectivamente. As parcelas também terão valor mínimo de R$ 100 para micro e pequenas empresas e de R$ 25 para MEI.

Quanto menor o prazo de pagamento, maior o desconto da dívida. Diferentemente da primeira modalidade, que concede abatimento apenas sobre multas, juros e encargos, a transação de contencioso oferecerá descontos sobre o valor total do débito. Ao contrário do primeiro programa, a adesão é liberada a qualquer devedor, sem análise de capacidade de pagamento. Caberá ao empresário ou profissional autônomo escolher a opção mais vantajosa.

Adesão

A adesão ao 'Programa de Regularização do Simples Nacional' e ao edital de 'Transação do Contencioso de Pequeno Valor do Simples Nacional' pode ser feita por meio da internet, no Portal Regularize. O processo é 100% digital. As medidas foram publicadas em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

Segundo a PGFN, atualmente 1,8 milhão de contribuintes estão inscritos na dívida ativa da União por débitos de R$ 137,2 bilhões com o Simples Nacional. Desse total 1,64 milhões são micro e pequenas empresas e 160 mil são MEI.

Na semana passada, o presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) vetou a renegociação de dívidas com o Simples Nacional. Na ocasião, o presidente alegou falta de medida de compensação (elevação de impostos ou corte de gastos) exigida pela Lei de Responsabilidade Fiscal e a proibição de concessão ou de vantagens em ano eleitoral.

O projeto vetado beneficiaria 16 milhões de micro e pequenas empresas e de microempreendedores individuais. As medidas anunciadas nesta terça-feira (11) abrangem apenas os contribuintes que passaram para a dívida ativa da União, quando o governo passa a cobrar o débito na Justiça.

Com informações: Agência Brasil.

Confira a coluna RC deste sábado (09/04)

Confira a coluna RC deste sábado (09/04) ...

Operário inicia contra o Tombense caminhada na Série b

Operário inicia contra o Tombense caminhada na Série b ...

Vacinação contra gripe segue nas Unidades de Saúde

Não há a necessidade de agendamento, já que as aplicações serão por livre demanda ...

Copa AMCG de Futsal começará no mês de maio

Congresso Técnico foi realizado na manhã desta quarta-feira (6) em Telêmaco Borba ...

UEPG recebe acervo de obras do ex-pracinha Alfredo Klas

Mais de 390 exemplares de obras do acervo pessoal de Klas, estarão disponíveis para estudantes, pesq ...

Carnês do IPTU chegam aos Correios para distribuição

Prazos de vencimento da cota única, 1ª e 2ª parcela do IPTU foram alterados para 29 de abril ...

Projeto resgata laços afetivos entre detentas e famílias

As mulheres beneficiadas passaram por estudo de caso, escuta ativa, produção de vídeos, palestras de ...

Polícia prende quatro pessoas por tráfico de drogas em PG

Abordagem ocorreu nesta sexta-feira (08), no Jardim Aroeira ...

Vila Velha tem aumento no número de visitantes em março

Aumento de turista no Parque, saltou de 105 turistas em março de 2021, para 3708 no mês passado ...

Projeto voluntário estimula leitura e arte há 15 anos

Encontros do Bando da Leitura não pararam na pandemia e voltaram de forma presencial todas as sextas ...

Publicação Legal - 09/04/2022

Publicação Legal - 09/04/2022 ...

Miguel Sanches Neto se mostra confiante para reeleição

Ele é candidato pela chapa ‘Sempre UEPG’, junto do vice Ivo Mottin Demiate; liderança é o atual reit ...

Prefeitura renova contrato com a Cidatec por mais 90 dias

Nova licitação segue em andamento, já que uma das empresas concorrentes entrou com um recurso contra ...

Câmara vota Plano Diretor e Programa de Demissão

Além disso, vereadores debatem o Plano de Mobilidade Urbana, a proibição do passaporte da vacina con ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS