Justiça Federal de PG concede liminar para pagamento de auxílio

2ª Vara Federal de Ponta Grossa, atendeu pedido liminar para que a Caixa Econômica Federal pague a primeira parcela do auxílio emergencial 

O juiz federal da 2ª Vara Federal de Ponta Grossa, Antônio César Bochenek, atendeu pedido liminar para que a Caixa Econômica Federal (CEF) pague a primeira parcela do auxílio emergencial a mulher que realizou o cadastro e teve o pedido negado por erro no sistema.

Ao realizar o cadastro para receber o auxílio foi informado pelo aplicativo que a parte autora teve o pedido negado “por possuir emprego formal” e “por estar com mandato eletivo vigente”. Ocorre que autora nunca trabalhou com carteira assinada e somente se candidatou ao cargo de vereadora da cidade de Ivaí, em 2016, mas não se elegeu, não possuindo, portanto, mandato eletivo.

Em sua decisão, o juiz federal entendeu que a demandante não possui vínculo de emprego formal ativo, conforme informações da CTPS e extrato do INSS, tampouco exerce mandato na Câmara Municipal de Vereadores de Ivaí/PR, portanto, há probabilidade do direito invocado. Além disso, cumpre outros critérios necessários para receber o auxílio emergencial apresentado pelo governo federal durante o período de calamidade causado pelo novo coronavírus (Covid19).  

“A urgência da medida consiste na natureza emergencial do auxílio e seu caráter alimentar. Tudo isso indica a necessidade de concessão da liminar, a fim de que seja paga a primeira parcela do auxílio emergencial à parte autora”.

A ação foi ajuizada em face da União, da CEF e da Dataprev. Entretanto, o juiz reconheceu a Dataprev sua ilegitimidade passiva para responder ao pedido inicial, pois a empresa é mera operadora do sistema de processamento de informações e cumpre o que lhe é solicitado pelo Ministério da Cidadania.

Justiça reconhece ilegitimidade da Caixa

A juíza federal Cláudia Rocha Mendes Brunelli, da 20ª Vara Federal de Curitiba, reconheceu a ilegitimidade passiva da Caixa Econômica Federal (CEF) em ação sobre concessão de auxílio emergencial. 

A magistrada levou em consideração que a Caixa não interfere no processo de avaliação dos critérios de elegibilidade, cuja responsabilidade é da Dataprev conforme previsto na Portaria 351 do Ministério da Cidadania, que regulamenta os procedimentos que dizem respeito ao auxílio do Governo Federal, e que a CEF não possui acesso às informações utilizadas para avaliação dos requerimentos. 

“A despeito de fornecer os meios necessários aos requerimentos de auxílio emergencial, a CEF não possui ingerência quanto à  sua análise, atuando, em caso de deferimento, como mera agente pagadora, a exemplo do que ocorre nos litígios envolvendo a concessão de auxílio desemprego, nos quais se consolidou o entendimento de que tal instituição financeira não possui legitimidade passiva”.

Em sua decisão, a juíza federal reforçou que a participação da Caixa ocorre como mero agente pagador do auxílio e responsável pela manutenção dos canais digitais para a realização de requerimentos e consultas, sem qualquer juízo de valor sobre a existência ou não de direito ao seu recebimento. Em razão disso, declarou extinto o processo sem resolução do mérito em relação à Caixa. 

Na ação, a juíza manteve a Advocacia Geral da União como ré, excluindo a Caixa Econômica do processo e determinando que o processo seja redistribuído a uma das Varas Federais de Curitiba com competência cível não especializada, pois a competência da 20ª Vara Federal é exclusiva quanto à matéria cível não especializada do  juízo comum e do juizado especial em que a CEF componha polo processual.

Ação sem advogado em Ponta Grossa

Para informações a respeito de como ajuizar uma ação sem advogado em Ponta Grossa, entre em contato com a Justiça Federal pelos seguintes canais de comunicação:

Setor:  Setor de Atendimento ao Público

e-mail: [email protected]

Telefones: (42) 3228-4219WhatsApp: (42) 3228-4218

Endereço: Rua Theodoro Rosa, 1125, Bairro: CentroCEP: 84.010-180 – Ponta Grossa / PR

Horário de atendimento: 9h às 18h (segunda a sexta-feira)


Fonte: Justiça Federal 

MDB Paraná realiza videoconferência com o Diretório de PG

MDB Paraná realiza videoconferência com o Diretório de PG...

PG confirma primeiro óbito por coronavírus

PG confirma primeiro óbito por coronavírus...

Lumen Café é destaque no roteiro gastronômico de PG

Lumen Café é destaque no roteiro gastronômico de PG...

Confira a Coluna RC desta Quarta-Feira (10-06)

Confira a Coluna RC desta Quarta-Feira (10-06)...

Confira seu horóscopo para esta Quarta-feira (10/06)

Confira seu horóscopo para esta Quarta-feira (10/06)...

Oportunidade aos jovens

Oportunidade aos jovens...

E-commerce pode crescer ainda mais depois da pandemia

E-commerce pode crescer ainda mais depois da pandemia...

Capa da edição desta quarta-feira (10/06/2020) do JM

Capa da edição desta quarta-feira (10/06/2020) do JM...

Charge da edição desta quarta-feira (10/06/2020) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (10/06/2020) do JM...

Empresas de PG têm queda de 80% no faturamento

Empresas de PG têm queda de 80% no faturamento...

Programa facilita acesso de jovens ao primeiro emprego

Programa facilita acesso de jovens ao primeiro emprego...

PT quer auxílio emergencial por mais 12 meses

PT quer auxílio emergencial por mais 12 meses...

Lideranças de PG criticam contradições da OMS

Lideranças de PG criticam contradições da OMS...

TJ confirma condenação de falso nutricionista

TJ confirma condenação de falso nutricionista...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS