Professor é esfaqueado após perseguição em Curitiba

Ele estava acompanhado da namorada grávida e as informações são desencontradas sobre os motivos das agressões

Ele estava acompanhado da namorada grávida e as informações são desencontradas sobre os motivos das agressões
Ele estava acompanhado da namorada grávida e as informações são desencontradas sobre os motivos das agressões -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Ele estava acompanhado da namorada grávida e as informações são desencontradas sobre os motivos das agressões

Um professor de educação física, de 41 anos, foi esfaqueado e ficou gravemente ferido após ser perseguido na Praça Tiradentes, em Curitiba, na madrugada desta sexta-feira (29). Ele estava acompanhado da namorada grávida e ainda há informações desencontradas sobre os motivos das agressões. Segundo testemunhas, o educador foi perseguido por um grupo de seis pessoas. Além disso, a companheira gritava por socorro. A vítima é do estado de São Paulo.

Segundo o tenente Palú, da Polícia Militar (PM), as informações no local estavam confusas. “Ele sofreu agressões de outras pessoas. Aguardamos a chegada do Siate para o atendimento. Tentamos apurar o que aconteceu, mas não havia nenhuma informação mais concreta. Quem tiver informações, pode ajudar a polícia”, explicou.

Uma das hipóteses é de que o professor tenha sido vítima de um assalto. Outra possibilidade é que o grupo viu o educador e a namorada discutindo, interviu e a vítima acabou esfaqueada. A polícia deve investigar o caso. Uma moradora da região disse que nunca tinha visto nada parecido antes e que a namorada gritava pedindo por ajuda.

“Vi ele caído no chão e ela pedindo socorro. Parou um carro preto e depois as viaturas. Ele implorava que ele não morresse porque estava grávida, foi uma cena forte”, explicou.

Já o socorrista Uesleis Onofre, do Siate, explicou que o professor foi atingido nas pernas. Os socorristas reanimaram, por 30 minutos, a vítima após uma parada cardíaca. “Os ferimentos são nos membros inferiores diretos. Chegamos no local, e ele perdeu bastante sangue, precisa de uma melhor avaliação“, concluiu.

A Polícia Civil irá investigar o caso. A vítima foi encaminhada ao Hospital Evangélico em estado grave.

As informações são da Rádio Banda B