EX-jogador que esquartejou a irmã é condenado

Luís Antônio de Medeiros Senna é acusado de matar e esquartejar a irmã Samura Sento Sé Braz, de 34 anos, em meio a uma disputa por herança

ex-jogador de futebol Luís Antônio de Medeiros Senna
ex-jogador de futebol Luís Antônio de Medeiros Senna -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Luís Antônio de Medeiros Senna é acusado de matar e esquartejar a irmã Samura Sento Sé Braz, de 34 anos, em meio a uma disputa por herança

 O ex-jogador de futebol Luís Antônio de Medeiros Senna, de 47 anos, foi condenado a 15 anos de prisão pelo assassinato da irmã, a designer gráfica Samura Sento Braz, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, em março de 2019. A sentença é do 4º Tribunal do Júri.

O motivo do crime, de acordo com a denúncia do Ministério Público, foi uma disputa com a irmã pela herança deixada pela mãe adotiva, Antônia Sento Sé Senna, que morreu em 2014.

De acordo com as investigações, o ex-jogador — que teve passagens por equipes pequenas do Rio nos anos 1990, como Bangu e Portuguesa — desferiu pelo menos 30 facadas contra a vítima e esquartejou seu corpo dentro da casa onde os dois moravam.

Para ler a matéria completa no portal Metrópoles clique aqui.