Saúde atualiza procedimentos para aborto no SUS | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede! Portal aRede - Aconteceu! Tá na aRede!
Publicidade

Cotidiano

Portaria foi publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial da União

Foto: Agência Brasil

Agência Brasil | Cotidiano | 24/09/2020 as 20:30h

Saúde atualiza procedimentos para aborto no SUS

Portaria foi publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial da União

O Ministério da Saúde atualizou, novamente, os procedimentos de justificação e autorização da interrupção da gravidez, nos casos previstos em lei, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). A Portaria nº 2.561/2020, do Ministério da Saúde, foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União e, diferente da norma anterior, não prevê o dever da equipe de saúde em informar à gestante sobre a possibilidade de visualizar o feto ou embrião por meio de ultrassonografia.

O novo texto publicado nesta quinta-feira substitui a Portaria nº 2.282/2020 editada pelo governo em agosto, que já atualizava os procedimentos de aborto no SUS em vigor desde 2005.

A norma editada no mês passado previa que, antes de aprovar a interrupção da gravidez, a equipe médica deveria informar a gestante acerca da possibilidade de visualizar o ultrassom. Para isso ela deveria proferir expressamente sua concordância, de forma documentada. Esse procedimento não era previsto na norma de 2005 e gerou controvérsia de organizações que defendem o aborto legal. Agora, com a nova atualização, deixa de ser obrigatório novamente.


Lei

No Brasil, o aborto é permitido por lei nos casos em que a gestação implica risco de vida para a mulher, quando a gestação é decorrente de estupro e no caso de anencefalia. De acordo com a portaria do Ministério da Saúde, os procedimentos de justificação e autorização devem ser seguidos para garantir a licitude do aborto e a segurança jurídica aos profissionais de saúde envolvidos. Isso incluiu os casos em que a gestação envolve riscos de morte da mulher, o que também não estava previsto na norma de 2005, mas foi adicionado na norma do mês passado e continua mantido na nova atualização.

Outra mudança feita na norma anterior e mantida é a obrigatoriedade de médicos, profissionais de saúde ou responsáveis por estabelecimento de saúde notificarem a polícia sobre casos em que houver indícios ou confirmação de estupro. A notificação compulsória dos casos de suspeita de violência contra a mulher também já é prevista na Lei nº 13.931/2019.

Além disso, esses profissionais deverão preservar possíveis evidências materiais do crime de estupro, a serem entregues imediatamente à autoridade policial, como fragmentos de embrião ou feto, para a realização de exames genéticos que poderão levar à identificação do autor do crime.


Procedimentos

O Procedimento de Justificação e Autorização da Interrupção da Gravidez nos casos previstos em lei possui quatro fases que deverão ser registradas no formato de termos confidenciais, arquivados anexos ao prontuário médico.

A primeira fase é o relato sobre as circunstâncias do crime de estupro, realizado pela própria gestante perante dois profissionais de saúde do serviço. O Termo de Relato Circunstanciado deverá conter local, dia e hora aproximada do fato, tipo e forma de violência, descrição dos agressores, se possível, e identificação de testemunhas, se houver.

Na segunda fase, serão feitos exames físicos e ginecológicos pelo médico responsável, que emitirá parecer técnico. A gestante também deverá receber atenção e avaliação especializada por parte da equipe de saúde multiprofissional, composta por obstetra, anestesista, enfermeiro, assistente social e/ou psicólogo. Três integrantes dessa equipe subscreverão o Termo de Aprovação de Procedimento de Interrupção da Gravidez, que não poderá ter desconformidade com a conclusão do parecer técnico.

A terceira fase é a assinatura do Termo de Responsabilidade, que conterá a advertência expressa sobre a previsão dos crimes de falsidade ideológica e de aborto, previsto no Código Penal, caso não tenha sido vítima do crime de estupro.

A quarta fase se encerra com o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, que deverá conter a declaração expressa sobre a decisão voluntária e consciente da gestante de interromper a gravidez. Para isso, a mulher deve ser esclarecida, em linguagem acessível, sobre os desconfortos e riscos possíveis do aborto à sua saúde; os procedimentos que serão adotados para a realização da intervenção médica; a forma de acompanhamento e assistência, assim como os profissionais responsáveis; e a garantia do sigilo quanto aos dados confidenciais envolvidos, passíveis de serem compartilhados em caso de requisição judicial.

Todos os documentos que integram o Procedimento de Justificação e Autorização da Interrupção da Gravidez deverão ser assinados pela gestante, ou, se for incapaz, também por seu representante legal. Eles serão elaborados em duas vias, sendo uma entregue à gestante.

email sharing button
email sharing button
email sharing button
email sharing button

Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cotidiano 29/10/2020 ás 10:40h
Cotidiano 29/10/2020 ás 10:40h
Ponta Grossa 29/10/2020 ás 10:35h
Publicidade
Cotidiano 29/10/2020 ás 10:33h
Agronegócio 29/10/2020 ás 10:00h
Ponta Grossa 29/10/2020 ás 09:54h
Publicidade
Cotidiano 29/10/2020 ás 09:20h
Publicidade

LIVES RECENTES

Ao Vivo
ao vivo | 28/10/2020 ás 17:16h

Matriz do salão Novo Stilo comemora seu 2º aniversário

Pietro Arnaud quer usar experiência na política
Assista ao É Notícia desta terça-feira
Bakri anuncia colégios militares para PG
Ver Mais
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 29/10/2020 ás 08:13h

Rapaz morre após batida entre motocicletas em PG

Ponta Grossa 29/10/2020 ás 07:47h
Publicidade
Ponta Grossa 28/10/2020 ás 20:47h
Ponta Grossa 28/10/2020 ás 20:45h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 29/10/2020 ás 08:40h

TSE lança guia de segurança para candidaturas de mulheres

Publicidade
Cotidiano 28/10/2020 ás 20:00h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 27/10/2020 ás 15:01h

Lago de Olarias terá voos de balão em novembro

Ver Mais

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 28/10/2020 ás 20:10h

Teixeira Soares tem três na disputa pela Prefeitura

Campos Gerais 28/10/2020 ás 11:29h
Campos Gerais 28/10/2020 ás 10:40h
Publicidade
Campos Gerais 27/10/2020 ás 19:10h
Campos Gerais 27/10/2020 ás 18:20h
Publicidade

MIX

Mix | 28/10/2020 ás 21:00h

CCR promove ‘viagem virtual’ do Teatro a Bordo em PG

Publicidade
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 29/10/2020 ás 07:42h

Vasco bate Caracas com gol no fim pela Sul-Americana

Publicidade
Esporte 28/10/2020 ás 16:19h
Publicidade

INSANA

Insana | 27/10/2020 ás 11:42h

Engenheiro aposta em saia e salto alto para trabalhar

Publicidade
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 15/10/2020 ás 18:10h

Escola de PG homenageia professores e funcionários

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 29/10/2020 ás 10:00h

Indústria de máquinas e equipamentos aumenta vendas

Publicidade

ROMULO CURY

Romulo Cury | 29/10/2020 ás 06:30h

Confira a Coluna RC desta Quinta-Feira (29-10)

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 29/10/2020 ás 06:00h

Confira seu horóscopo para esta Quinta-feira (29/10)

EMPREGOS

Empregos | 28/10/2020 ás 17:57h

Vagas na Agência do Trabalhador para Quinta-feira (29/10)

Publicidade

MAIS LIDAS

Bom Dia Astral | 25/10/2020 ás 06:00h

Confira seu horóscopo para este Domingo (25/10)

Bom Dia Astral 24/10/2020 ás 06:00h
Ponta Grossa 22/10/2020 ás 11:38h
Ponta Grossa 23/10/2020 ás 18:21h
Publicidade
Publicidade