Obras do Contorno Norte de Castro estão 45% concluídas

Investimento de R$ 78 milhões deve ser entregue até o fim de 2023

Investimento de R$ 78 milhões deve ser entregue até o fim de 2023
Investimento de R$ 78 milhões deve ser entregue até o fim de 2023 -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Investimento de R$ 78 milhões deve ser entregue até o fim de 2023

As obras do novo Contorno Norte de Castro já atingiram 45% de conclusão. A informação foi divulgada pela prefeitura municipal nesta quinta-feira (21). Com um investimento de aproximadamente R$ 78 milhões, a nova estrada ligará as rodovias PR-151 e PR-090 e possibilitará a conexão entre os dois distritos industriais da região. A expectativa é que ocorra uma redução no tráfego pesado dentro da cidade, aumentando a agilidade para os motoristas.

Ainda de acordo com a administração municipal, cerca de 20% do total de recursos previstos já foram aplicados. A via terá 15,62 quilômetros de extensão, incluindo um viaduto sobre a PR-151 com 27 metros de extensão e uma ponte sobre o Rio Iapó, que terá 320 metros. A obra integra o Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transporte do Paraná, viabilizado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Prefeito avalia importância do projeto

Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede, o prefeito de Castro, Alvaro Telles, se posicionou a respeito da obra e destacou que a iniciativa deve trazer inúmeros benefícios para o futuro da cidade. “É um projeto de suma importância para o desenvolvimento do município e a atração de novas empresas. Inclusive, já estamos trabalhando para atrair mais indústrias para Castro. É um trabalho permanente de prospecção e divulgação da nossa infraestrutura”, reforçou.

A previsão é que o Contorno Norte seja concluído até dezembro de 2023. A expectativa, segundo o projeto, é que cerca de 55% do tráfego da PR-340 seja desviado para o Contorno Norte a partir da sua conclusão — o que contribuirá para a redução do número de acidentes na cidade. O ex-prefeito de Castro e atual pré-candidato a deputado estadual, Moacyr Fadel, também exaltou o avanço das obras. “Castro é, há 30 anos, a maior bacia leiteira do país e a circulação é muito grande nas estradas. Conseguiremos dividir o tráfego de uma vez por todas”, declarou.

Ação representa um marco para a cidade

O valor da obra abrange os serviços de terraplanagem, pavimentação, ligantes betuminosos, drenagem, galerias celulares, sinalização, obras complementares e mobilização/desmobilização, além da ponte e viaduto. A rodovia terá duas faixas de rolamento com largura de 3,6 metros; acostamentos de 2,5 metros e velocidade diretriz de 80 km/h. Ao longo dos 15 quilômetros de extensão, estão previstas quatro interseções, sendo três delas em nível e uma outra em nível separado.

O engenheiro Eleandro Campos Pereira, gerente de obras e serviços do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), órgão que fiscaliza a execução, avaliou o projeto. “Com a implantação dessa obra, nós teremos um marco socioeconômico no município, seja pela evolução no escoamento da safra agrícola, seja pelo aumento da segurança dos moradores”, disse.

Com informações da Assessoria de Imprensa