“O trabalho da mulher sustenta a agricultura familiar”, diz Gadini

15 de outubro é dia de dar visibilidade ao papel das mulheres no campo que representam 40% da força de trabalho agrícola nos países em desenvolvimento 

Mais preocupação às mulheres rurais, conexão à internet no campo e valorização das produções agroecológicas conduzidas pela força de trabalho feminina são algumas das defesas do candidato do PSOL à prefeitura, Professor Gadini.

No Dia Internacional da Mulher Rural, comemorado neste 15 de outubro, Gadini presta homenagens à trabalhadoras rurais nas redes sociais e garante atenção aos problemas que as produtoras enfrentam no campo, como dupla jornada, pobreza, falta de acesso à internet e também discriminação.

“As mulheres que sustentam as famílias camponesas precisam apontar soluções, pois conhecem os problemas que afetam as trabalhadoras rurais e o papel do gestor no município é ecoar as vozes dessas trabalhadoras em uma gestão participativa e que melhore as condições de vida e trabalho”, defende Professor Gadini.

Na América Latina e no Caribe, as trabalhadoras rurais com baixo nível de instrução formal das regiões agrícolas afastadas dos centros urbanos constituem o grupo menos “conectado” por meio de internet móvel, de acordo com reportagem da Agência Espanhola de Notícias (EFE), publicada nesta quinta-feira.

Os dados são do estudo “Desigualdade digital de gênero na América Latina e Caribe”, divulgado hoje em evento virtual, promovido pelo Instituto Interamericano de Coperação para a Agricultura (IICA) junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Em sintonia com as organizações internacionais e com a realidade das milhares mulheres rurais de Ponta Grossa, uma das propostas do PSOL para o grupo de trabalhadoras campesinas é  promover o empoderamento econômico, político e cidadão no campo por meio da garantia de internet aberta.

“Isso vai facilitar, inclusive, a comercialização dos produtos agroecológicos para outras zonas da cidade, o que, atualmente, garante renda às famílias do campo”, assegura o candidato.

A data foi instituída pela ONU em 1995 com a proposta de elevar a consciência mundial sobre o papel da mulher do campo. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as mulheres constituem 40% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento. Segundo a FAO, 14 milhões trabalham neste tipo de emprego na América Latina.

No Paraná, são mais de 40 mil mulheres no campo, segundo o Censo Agropecuário 2017, que foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Ponta Grossa, segundo cadastro feito pela prefeitura em 2019, elas representam 26,6% dos produtores rurais. 

Gadini quer valorizar as lideranças do campo para fortalecer coperativas do campo, que devem gerar emprego e renda nas zonas rurais. “O conhecimento da população e o incentivo ao consumo agroecológico irão impulsionar a agroecologia, o turismo rural e o consumo livre de agrotóxicos”.

Dona Genecilda Lourenço, de 68 anos, uma das dirigentes do Movimento das Mulheres Camponesas na região, reitera a necessidade de auxílio às produções agroecológicas conduzidas por mulheres.

Para ela, as mulheres são imprescindíveis para pleitear as necessidades agrícolas e para defender a comida sem agrotóxico.

“Sou agricultora e tenho minha área toda agrocológica, mas o problema é que de dois anos para cá, a água foi secando e desde março estamos sem água para irrigação. Por isso, estamos juntando esforços para construir coletivamente um poço e assim garantir alimento orgânico na mesa do ponta-grossense”.

As informações são da assessoria. 

Confira a coluna RC desta sexta-feira (15/01)

Confira a coluna RC desta sexta-feira (15/01)...

Confira as vagas de emprego desta sexta-feira (15/01)

Confira as vagas de emprego desta sexta-feira (15/01)...

Confira seu horóscopo para esta sexta-feira (15/01)

Confira seu horóscopo para esta sexta-feira (15/01)...

Trabalhador sofre queda de sete metros em obra de PG

Trabalhador sofre queda de sete metros em obra de PG...

Autoridades identificam homem morto no Manacás

Autoridades identificam homem morto no Manacás...

Paraná tem itens contra covid-19 em 95% das escolas

Paraná tem itens contra covid-19 em 95% das escolas...

Brasil tem 7,3 milhões de casos recuperados de covid-19

Brasil tem 7,3 milhões de casos recuperados de covid-19...

Capa da edição desta sexta-feira (15/01/2021) do JM

Capa da edição desta sexta-feira (15/01/2021) do JM...

Charge da edição desta sexta-feira (15/01/2021) do JM

Charge da edição desta sexta-feira (15/01/2021) do JM...

Avião parte hoje para buscar 2 milhões de doses de vacina

Avião parte hoje para buscar 2 milhões de doses de vacina...

Acidente envolve carro e moto na Carlos Cavalcanti

Acidente envolve carro e moto na Carlos Cavalcanti...

Bênção dos veículos acontece nesta sexta na Igrejinha

Bênção dos veículos acontece nesta sexta na Igrejinha...

Após foto viralizar, diarista consegue emprego em PG

Após foto viralizar, diarista consegue emprego em PG...

Prefeito de Piraí do Sul se reúne com lideranças na Alep

Prefeito de Piraí do Sul se reúne com lideranças na Alep...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS