PUBLICIDADE

População não pode minimizar a pandemia

Imagem ilustrativa da imagem População não pode minimizar a pandemia

A decisão da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) de reabrir mais 107 leitos hospitalares, sendo 64 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 43 de enfermaria, em vários hospitais do Paraná, serve de alerta à população. Essa decisão foi formalizada após o aumento na demanda, ocasionados pela sazonalidade de doenças respiratórias, que se agravam em estações mais frias, além do atendimento de rotina dos traumas na área de urgência e emergência, que voltaram a crescer com o retorno da normalidade.

Um levantamento da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) indicou que o Paraná é um dos estados com maior incidência de casos de síndrome respiratória aguda grave.  O boletim Infogripe analisou dados sobre pessoas que podem estar contaminadas com a covid-19, influenza ou outros vírus de resfriado. São contabilizados pacientes que precisaram de hospitalização ou que morreram depois de apresentar sintomas como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória. Casos de covid-19 também entram no levantamento.

Todo cuidado é pouco. A ação preventiva e consciente do cidadão, tomando as medidas necessárias de proteção, evitará o saturamento da rede hospitalar. No auge da pandemia, os ponta-grossenses enfrentaram pesadelos com UTIs lotadas e com altos índices de contaminação e de mortos.

A normalidade retornou, mas os hábitos adquiridos na pandemia precisam permanecer. A higienização das mãos é fundamental. Muito embora não obrigatória, recomenda-se o uso de máscaras em locais fechados – especialmente em ônibus. Evitar aglomerações e manter o distanciamento são outras duas iniciativas importantes.

O atual momento é de preocupação. A Sesa monitora diariamente a ocupação de leitos e após verificar um aumento da demanda nas últimas semanas iniciou um plano de ação para abertura de mais leitos em todo o Estado.

Somente ontem foram informadas 17 mortes no Estado. São nove mulheres e oito homens com idades entre 17 e 93 anos. Os óbitos ocorreram entre 23 de maio de 2021 e 1º de junho de 2022

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MAIS DE EDITORIAL

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MIX

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

BOLA