Mais presídios e penas rigorosas

Ao mesmo tempo em que o Estado anuncia três novas penitenciárias, com previsão de abertura de quase 1,1 mil novas vagas no sistema prisional neste ano, a sociedade pede medidas que preveem penas mais duras, dificuldade de progressão de pena e reduções de benefícios para presos, como o regime semiaberto ou prisão domiciliar.

Não é um problema exclusivo do Paraná ou de Ponta Grossa. O sistema carcerário nacional só tem capacidade para abrigar a metade dos atuais detentos. São menos de 400 mil vagas disponíveis e, como consequência, a superlotação leva a situação insalubres e até desumanas. Em muitos casos, presos recorrem ao Judiciário e são postos em liberdade sob o argumento de que as prisões violam direitos humanos básicos.

As rebeliões são frequentes, como as que marcaram o país nos primeiros dias de 2017 e de 2018, que deixaram centenas de mortos. A falta de controle da Administração Pública sobre os presídios também fica nítida no fato de facções controlarem a criminalidade, especialmente o tráfico de drogas, nas grandes cidades.

Celulares entram nos presídios e servem como meio de comunicação entre o comando do crime, dentro das prisões, e os membros de suas quadrilhas que matam, queimam ônibus, sequestram e roubam bancos. A onda de violência que assola o Ceará desde o início do ano é exemplo dessa realidade.

Os celulares servem ainda para os presos aplicarem golpes na população. Telefonemas no meio da madrugada em que são simulados sequestros de uma pessoa da família são extremamente comuns.

Até agora, as propostas para barrar a entrada ou o uso de celulares em prisões se mostraram ineficazes. Revistas mais rigorosas dos presos nos presídios parecem acontecer extraordinariamente.

Presídios devem ser construídos, mas as leis penais precisam ser endurecidas.

Paraná supera São Paulo e registra 2º maior VBP do Brasil

Paraná supera São Paulo e registra 2º maior VBP do Brasil...

 Gastou, justifica!

 Gastou, justifica!...

Em casa que falta pão, todo mundo briga e ninguém tem razão. Será?

Em casa que falta pão, todo mundo briga e ninguém tem razão. Será?...

Havan irá investir R$ 750 mi em 2019 para expandir rede 

Havan irá investir R$ 750 mi em 2019 para expandir rede ...

Charge da edição desta terça-feira (18/06/2019) do JM

Charge da edição desta terça-feira (18/06/2019) do JM...

Carros elétricos terão isenção de IPVA no Paraná

Carros elétricos terão isenção de IPVA no Paraná...

Capa da edição desta terça-feira (18/06/2019) do JM

Capa da edição desta terça-feira (18/06/2019) do JM...

Vagas na Agência do Trabalhador para terça-feira (18/06)

Vagas na Agência do Trabalhador para terça-feira (18/06)...

Professores do Estado anunciam greve para o dia 25

Professores do Estado anunciam greve para o dia 25...

Coluna RC desta terça-feira (18/06)

Coluna RC desta terça-feira (18/06)...

Proerd completa 19 anos com 1,6 mi de alunos atendidos

Proerd completa 19 anos com 1,6 mi de alunos atendidos...

Justiça Federal completa 20 anos em Ponta Grossa

Justiça Federal completa 20 anos em Ponta Grossa...

Confira o seu horóscopo para esta terça-feira (18/06)

Confira o seu horóscopo para esta terça-feira (18/06)...

Rondon da UEPG atenderá 12 mil pessoas em quatro cidades

Rondon da UEPG atenderá 12 mil pessoas em quatro cidades...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS