Preço da cesta básica registra sobe em maio

Alta média foi de 0,11% e compra dos 33 itens passa a custar R$ 510,78. Esse é o maior valor já registrado


O custo médio da Cesta Básica de Ponta Grossa teve um aumento de 0,11% no mês de maio. A compra dos 33 produtos que compõem a cesta passou a custar R$ 510,78 na primeira semana do mês de junho de 2019. Entre eles, 16 produtos registraram alta nos preços, enquanto que 17 tiveram redução. É o maior valor já registrado para essa compra, cujo incremento, na comparação com abril de 2018, por exemplo (R$ 457), superou os R$ 50. Entre os produtos avaliados, o item que mais aumentou foi o tomate, com 28,79%, e o de maior queda foi a banana, com 34,30%. O índice foi divulgado pelo Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas (NEREPP) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) nesta quinta-feira (6).

Dos cinco grupos que compõem a Cesta Básica, o que apresentou maior aumento em seus valores foi o grupo limpeza, com 1,49%, colaborando para o aumento no preço da mesma. Por outro lado, o de maior queda foi o de higiene, onde a redução média observada foi de 3,57%. 

O grupo de alimentação geral teve um aumento de 0,70%, e dentro deste, o açúcar foi o produto responsável pela maior variação positiva, de 11,64%; enquanto que o feijão foi o item de maior variação negativa, com 6,44%. No grupo hortifrutigranjeiros, o mais volátil da cesta, houve uma não tradicional estabilidade, com uma queda de 0,05%. Dentro deste grupo, nos extremos, o produto de maior variação positiva foi o tomate, com 28,79% de alta; e a banana, com 34,30% de maior variação negativa. 

O grupo teve um aumento de 1,01%, e dentro deste, o frango apresentou a maior variação positiva, de 2,41%, enquanto a carne bovina veio a apresentar a menor variação positiva, de 0,36%. Na higiene, o produto de maior variação positiva foi o sabonete, com 2,59% e o de maior variação negativa o desodorante, com queda de 6,70%. Na limpeza, o sabão em pó registrou reajuste de 9,58%, e a esponja passou por uma depreciação de 20,73%


Preço médio da cesta tem redução em 13 capitais

Em maio de 2019, o custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em 13 capitais, conforme mostra resultado da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em 17 cidades. As quedas mais importantes foram observadas em Campo Grande (13,92%), Belo Horizonte (7,02%), Goiânia (-4,48%) e Rio de Janeiro (-4,39%). Os aumentos ocorreram em Florianópolis (1,17%), Aracaju (0,86%), Recife (0,20%) e Brasília (0,06%). A capital com a cesta mais cara foi São Paulo (R$ 507,07), seguida por Porto Alegre (R$ 496,13) e Rio de Janeiro (R$ 492,93).

Capa da edição desta quarta-feira (17/07/2019) do JM

Capa da edição desta quarta-feira (17/07/2019) do JM...

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (17/07)

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (17/07)...

Charge da edição desta quarta-feira (17/07/2019) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (17/07/2019) do JM...

A indústria e a Previdência

A indústria e a Previdência...

PG e a Escola Segura

PG e a Escola Segura...

PYL FC estreia na segunda fase do Paranaense

PYL FC estreia na segunda fase do Paranaense...

Sanepar realiza obra na rede de distribuição nesta quinta-feira 

Sanepar realiza obra na rede de distribuição nesta quinta-feira ...

Confira o seu horóscopo para esta quarta-feira (17/07)

Confira o seu horóscopo para esta quarta-feira (17/07)...

Portos do Paraná têm saldo positivo de US$ 1,87 bilhão

Portos do Paraná têm saldo positivo de US$ 1,87 bilhão...

Cescage oferece descontos para transferências

Cescage oferece descontos para transferências...

‘Dilsinho’ faz show PG na próxima semana

‘Dilsinho’ faz show PG na próxima semana...

Vinícius Camargo apoia criação de fundo de transporte

Vinícius Camargo apoia criação de fundo de transporte...

Mercado imobiliário projeta crescimento nos negócios

Mercado imobiliário projeta crescimento nos negócios...

Inadimplência cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

Inadimplência cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS