Paraná quer reajuste no preço mínimo para o trigo

O secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, entregou ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, documento com propostas de políticas para estimular o plantio de trigo no País

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, entregou nesta quinta-feira (08) ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, um documento com propostas de políticas para estimular o plantio de trigo no País. O documento sugere reajuste no preço mínimo pago aos produtores e apoio à comercialização.

Durante encontro com o ministro, ocorrido no Show Rural, da Coopavel, em Cascavel, Ortigara pediu ao ministro uma atenção especial para a cultura, considerando as potencialidades que o Brasil tem, especialmente o Paraná, em atender a demanda nacional por esse produto.

“O setor quer crescer e por isso está buscando junto ao governo federal formas e apoio para ampliar a produção brasileira, reduzir a dependência externa e estimular a competitividade perante outros países que contam com subsídios à produção”, disse Ortigara ao ministro.

O documento Políticas para a Triticultura Nacional, entregue ao ministro, foi elaborado em conjunto com os produtores rurais e cooperativas de produção do Estado. Ele pede um reajuste 16,4% para o trigo tipo 1 da classe pão, devendo passar de R$ 37,26 a saca, atualmente, para R$ 43,38 a saca com 60 quilos.

O documento defende um reequilíbrio dos custos operacionais da cultura para que os produtores não sejam ainda mais desestimulados. A área de plantio de trigo no Brasil, onde o Paraná se destaca como maior produtor, caiu 9,5%, que corresponde a uma perda de 201 mil hectares a menos de trigo no campo.

Essa redução vem ocorrendo desde 2015 e um dos principais fatores de desestímulo tem sido os preços recebidos pelos produtores, que não cobrem os custos de produção e o preço mínimo estabelecido na Política de Garantia de Preços Mínimos na hora da comercialização.

O documento pede ainda apoio à comercialização, que sofre com a concorrência externa no momento da colheita. Existem mecanismos de apoio para isso e o documento pede celeridade no momento de ser adotados, para resguardar os produtores das influências do clima, mercado e das políticas internas dos países que são grandes produtores de trigo e que acabam interferindo diretamente na comercialização da produção brasileira.


Recursos

As propostas sugerem ao governo federal alocar recursos para custeio e investimento, garantia de acesso a contratos de opção de venda e salvaguardas à produção nacional. E ainda há sugestões na área de infraestrutura e logística e vigilância sanitária para agilizar o escoamento da safra e proteção da cultura.

Para Ortigara, se essas políticas forem adotadas o País terá condições de atender a demanda interna por trigo, estimada em 11,2 milhões de toneladas para este ano. “As importações seriam reduzidas e com isso mais divisas ficariam no País para alavancar a própria produção de trigo”, disse o secretário.


Tibagi é o maior produtor do Brasil

A região dos Campos Gerais é a maior produtora de trigo entre as regionais do Paraná. Nos 22 municípios abrangidos pelo núcleo regional do Departamento de Economia Rural, vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab), foram colhidos 392 toneladas em 2017. O município de Tibagi, é o maior produtor de trigo do Brasil. Em 2016, por exemplo, segundo números do Valor Bruto de Produção Agropecuária (VBP), 145 mil toneladas de trigo foram colhidos em Tibagi.

Vagas na Agência do Trabalhador para segunda-feira (23/07)

Vagas na Agência do Trabalhador para segunda-feira (23/07)...

Gabriela e Rafael namoram e Brigitte os admira.

Gabriela e Rafael namoram e Brigitte os admira....

Ministério vai criar comissão contra o crime organizado

Ministério vai criar comissão contra o crime organizado...

Aliel percorre municípios e entrega R$ 4,3 milhões em emendas

Aliel percorre municípios e entrega R$ 4,3 milhões em emendas...

“Retrocesso”, diz Esméria sobre proibição de celulares nas escolas

“Retrocesso”, diz Esméria sobre proibição de celulares nas escolas...

PDT lança candidatura de Ciro Gomes a presidente

PDT lança candidatura de Ciro Gomes a presidente...

Dr. Rosinha quer se tornar ‘conhecido’ do eleitorado

Dr. Rosinha quer se tornar ‘conhecido’ do eleitorado...

Ratinho Jr. confirma candidatura para o Governo neste sábado

Ratinho Jr. confirma candidatura para o Governo neste sábado...

Empresária de PG amplia técnicas em curso no DF

Empresária de PG amplia técnicas em curso no DF...

Sub-19 joga neste sábado no Miró de Freitas

Sub-19 joga neste sábado no Miró de Freitas...

Vacinação é responsabilidade de todos

Vacinação é responsabilidade de todos...

Acompanhe os destaques do clubinho de hoje (21/07)

Acompanhe os destaques do clubinho de hoje (21/07)...

Cargill está entre as melhores empresas para trabalhar no Brasil

Cargill está entre as melhores empresas para trabalhar no Brasil...

Carro roda e bate em poste após acidente na Souza Naves

Carro roda e bate em poste após acidente na Souza Naves...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS