Semana de Campo reunirá produtores de feijão e milho

Evento ocorre na próxima semana em Ponta Grossa, entre os dias 12 e 15 de março


Pelo menos 1,6 mil produtores, além de estudantes de colégios agrícolas e universidades, são esperados na 20ª Semana de Campo sobre Feijão e Milho, de 12 a 15 de março, em Ponta Grossa.

Os participantes vão conhecer novas tecnologias que podem melhorar a produtividade e aumentar a renda das lavouras. Durante as atividades que serão desenvolvidas na Fundação ABC, os agricultores também vão conhecer 38 novos materiais, entre variedades de milho e feijão.

A Semana de Campo é parte das atividades do projeto Centro Sul de Feijão e Milho, desenvolvido pelo Instituto Emater, em parceria com o Iapar, o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), a Embrapa e a Syngenta.

"O produtor vai conseguir visualizar as tecnologias que estão ao seu alcance para aumentar a produtividade. São sete estações com os técnicos orientando sobre o manejo de solo, plantas de cobertura, plantio direto, manejo integrado de pragas do feijão, controle de doenças, plantas invasoras e pragas do feijão e do milho", afirmou Germano Kusdra, coordenador estadual do projeto.

Uma das novidades deste ano é o protocolo do MIP (Manejo Integrado de Pragas) do feijão definido pelos técnicos do Instituto Emater, pesquisadores do Iapar e da Universidade de Londrina.

De acordo com Kusdra, até a realização desse trabalho, não havia orientações específicas para o Paraná. "Esse protocolo é o resultado do acompanhamento das últimas cinco safras no Estado", disse.

O extensionista lembrou que produtores do projeto que aplicaram o MIP na última safra, por exemplo, conseguiram reduzir sensivelmente a aplicação de inseticidas. "Na primeira safra 2017/2018 houve casos em que não foi feita nenhuma aplicação, pois o acompanhamento indicava que as pragas não estavam causando prejuízo para as lavouras".

Segundo ele, a função do MIP não é apenas reduzir o uso de agrotóxicos, mas também definir o produto certo, no momento adequado. "Isso reduz os custos das lavouras, porque diminui o gasto com produtos, mão de obra e amassamento da cultura", disse.

Os profissionais do projeto também orientam os agricultores sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e recolhimento de embalagens para evitar intoxicações. Esta ação conta com a parceria da Assocampos (Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários dos Campos Gerais) e da empresa Vest Segura.


Produtividade

O Projeto Centro Sul de Feijão e Milho vem sendo levado aos produtores há 28 anos. "O trabalho começou com uma ação conjunta com a Syngenta sobre o uso de agrotóxicos. Depois vieram as orientações sobre o plantio direto e, posteriormente, tecnologias de produção adequadas ao produtor familiar", lembrou Kusdra. Ele disse ainda que os ganhos em produtividade são notórios. Enquanto a produtividade média nacional de feijão na safra 2017/2018 ficou em 981 kg/ha, a estadual 1.472 kg/ha. Os produtores que participaram do projeto colheram 2.254 kg/ha. No caso do milho os números também revelam um aumento significativo.

Dados da Conab indicam que a produtividade média nacional na última safra chegou a 4.857 kg/ha. No Paraná a média ficou em 4.878 kg/ha. Agricultores do projeto conseguiram atingir a produtividade de 9.309 kg de milho por hectare.

O Projeto Centro Sul de Feijão e Milho mobiliza uma equipe de 50 técnicos do Instituto Emater, além de profissionais das prefeituras de 42 municípios do Estado nesta safra. Ao todo, 2 mil agricultores familiares são acompanhados diretamente pelos extensionistas, além de produtores que participam ocasionalmente de alguma atividade do projeto.


Serviço

20ª Semana de Campo.

Data: 12 a 15 (terça sexta-feira).

Local: Estação Experimental da Fundação ABC - Rodovia PR 151 Km 288 

Município: Ponta Grossa.

Informações: (42) 3228 3700 Instituto Emater.


As informações são da assessoria de imprensa






Capa da edição desta quarta-feira (20/03/2019) do JM

Capa da edição desta quarta-feira (20/03/2019) do JM...

Boneca Momo: maneiras de evitar o contato com as crianças

Boneca Momo: maneiras de evitar o contato com as crianças...

Palmeira recebe R$ 925 mil para a saúde e agricultura

Palmeira recebe R$ 925 mil para a saúde e agricultura...

Salvando vidas

Salvando vidas...

CCJ pode votar parecer da reforma dia 3

CCJ pode votar parecer da reforma dia 3...

Rangel autoriza obra de rua que liga Bonsucesso ao Santa Luzia

Rangel autoriza obra de rua que liga Bonsucesso ao Santa Luzia...

Beto Richa é preso pela 3ª vez na manhã de hoje

Beto Richa é preso pela 3ª vez na manhã de hoje...

Loja Sul Center fecha as portas em Ponta Grossa

Loja Sul Center fecha as portas em Ponta Grossa...

Vendas do comércio de PG crescem 5% em 2019

Vendas do comércio de PG crescem 5% em 2019...

Palestra discute desenvolvimento de talentos na agroindústria

Palestra discute desenvolvimento de talentos na agroindústria...

Klabin investe R$ 32 mi em pesquisas na região

Klabin investe R$ 32 mi em pesquisas na região...

Atendimento aeromédico completa um ano em PG

Atendimento aeromédico completa um ano em PG...

Mãe de Lidiane recebe alta e será ouvida pela polícia

Mãe de Lidiane recebe alta e será ouvida pela polícia...

Motorista de PG vai a júri pela morte de cinco pessoas

Motorista de PG vai a júri pela morte de cinco pessoas...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS