Obras reduzem acidentes com vítimas no Estado | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede!
Obras reduzem acidentes com vítimas no Estado

especiais-rodovias

23 de setembro de 2017 09:39

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Rodovia impulsiona novos empregos em Piraí do Sul

Obras em rodovias geram mais de mil empregos

Concessões modernizam profissões em rodovias

RodoNorte repassa R$ 488 milhões aos municípios
Arrecadação nas rodovias impacta nos cofres de PG
Empresa reaproveita material ‘descartável’ em projetos
Rodovias contribuem para desenvolvimento social
/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Duplicação e estruturação de rodovias impactam diretamente no comportamento do condutor e resultam na queda drástica do número de colisões.

No que diz respeito às rodovias, a maior preocupação de autoridades de segurança em todo o país ainda é encontrar alternativas para reduzir o número de acidentes de trânsito. De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) somente nos dias que compuseram o feriado de Independência - entre seis e 10 de setembro - foram registrados 1.162 acidentes em rodovias federais no Brasil, que resultaram em 1.211 pessoas feridas e 108 óbitos. No primeiro semestre do ano, quase 45 mil acidentes nas mesmas rodovias deixaram cerca de 9 mil condutores e passageiros gravemente feridos, com mais de 3 mil vidas perdidas.

A maioria dos casos são decorrentes de razões comportamentais do motorista - como ultrapassagens perigosas, por exemplo (a PRF flagrou e autuou 130 mil ultrapassagens indevidas em todo o país entre os meses de janeiro e agosto). Estudos do Observatório Nacional de Segurança Viária mostram que 90% dos acidentes têm origem em escolhas erradas realizadas pelos condutores, contra 5% causados por falha técnica do veículo e outros 5% associados a problemas estruturais da malha viária.

Apesar do número parecer grande à primeira vista, especialistas acreditam que parte das ações tomadas pelos motoristas possam ter ligação direta com problemas nas rodovias - como pistas sem manutenção, de trecho simples e de tráfego lento, por exemplo, que deixam os condutores impacientes e resultam na tentativa de manobras arriscadas. 

Com a saturação de rodovias, a chance de ocorrer acidentes aumenta. O capitão da 5ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) da Polícia Militar, Gustavo Brinski, acredita que a melhoria da trafegabilidade interfere diretamente na redução de colisões, capotamentos e outros problemas semelhantes. Um exemplo é a PR-151, entre Ponta Grossa e Jaguariaíva, supervisionada pela companhia. Brinski destaca o serviço de manutenção realizado pela CCR RodoNorte, responsável pela administração do trecho.

“Nós, enquanto policiais, não temos como dizer que o serviço prestado pela concessão não contribuiu com a nossa atividade. Houve um reflexo positivo, principalmente do ponto de vista da diminuição dos acidentes e na melhoria da trafegabilidade”, ressalta. O capitão lembra que com a duplicação da rodovia, o número de acidentes caiu consideravelmente. “Quanto melhor a condição da pista, melhor será a segurança dos usuários. A duplicação contribui com ultrapassagens mais seguras”, exemplifica.

As melhorias implantadas pela concessionária nas rodovias impactaram em uma queda significativa no índice de vítimas fatais. Um estudo organizado pelo Laboratório Britânico de Pesquisa sobre Transporte e Rodovia apontam uma redução de quase 75% no número de mortes em relação aos quilômetros rodados em rodovias cuidadas pela CCR RodoNorte (BR-277, BR-373, BR-376, PR-151 e PRC-373) nos últimos 18 anos. No período, a empresa investiu mais de R$ 2 bilhões na manutenção e duplicação dos trechos das rodovias.

Condições de fiscalização

O capitão Gustavo Brinski lembra que com a melhoria nas condições estruturais e de sinalização das rodovias e com as concessionárias assumindo algumas funções que antes que antes eram dos policiais, como o atendimento ao usuário, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) da Polícia Militar tem mais condições de fiscalização. “Com menos acidentes, por exemplo, temos mais capacidade de fiscalizar o cumprimento das leis de trânsito nas diferentes áreas da rodovia”, comentou o capitão.

Concessionária aposta em ações de conscientização no trânsito

Estudos realizados pela concessionária CCR RodoNorte apontam que cerca de 50% dos casos de atropelamento de pedestres em rodovias cuidadas pela empresa aconteceram a uma distância de menos de 500 metros de uma passarela. Apesar de investimentos em sinalização, equipamentos e todos os itens de segurança necessários para evitar acidentes, o coordenador de atendimento ao usuário da empresa, Cristiano Wardil, afirma que o maior obstáculo enfrentado pela concessionárias ainda é a conscientização de motoristas, ciclistas e pedestres.

“A passarela e a sinalização estão lá, não existe nenhuma falha de estrutura. Mas ainda assim continuam acontecendo acidentes, muitos deles bem próximos dos locais onde investimentos foram realizados para justamente evitar problemas. A questão aqui é a conscientização propriamente dita”, explica o coordenador.

Por conta da constatação, a empresa realiza quase que diariamente ações de educação para o trânsito, seja através de publicidade ou da conversa direta com motoristas e pedestres. Aproveitando a Semana Nacional de Trânsito, que ocorre entre os dias 18 e 25 de setembro, a empresa intensificou o número de ações de conscientização.

A CCR RodoNorte ainda utiliza da parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) para realizar blitze na tentativa de evitar acidentes graves. É o caso da ‘Operação Serra Segura’, por exemplo, realizada nos dois sentidos da rodovia BR-376 (conhecida como Rodovia do Café), entre os municípios de Ponta Grossa e Curitiba. 

Durante os trabalhos, agentes da PRF e mecânicos da CCR RodoNorte verificam os itens de segurança dos caminhões, especialmente aspectos como freio e suspensão. Além disso, há a verificação de possíveis infrações cometidas pelos condutores. Os motoristas também são convidados a assistir um vídeo com orientações para a prevenção de acidentes e a importância da manutenção periódica dos caminhões.

Infrações

De acordo com Cristiano Wardil, é comum que policiais rodoviários e mecânicos da CCR RodoNorte encontrem algum tipo de irregularidade, principalmente em veículos pesados, durante as abordagens. “Infelizmente ainda temos que conviver com esse tipo de problema, e é justamente isso que queremos evitar com os trabalhos de conscientização”, explica. As ações ainda contam com o apoio da Polícia Civil, para que seja possível lavrar um ato infracional já no momento da abordagem e, caso necessário, conduzir o motorista para prestar esclarecimentos na delegacia.


PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização