Jhonn Barber dá quatro dicas para cuidar da barba

Mix

17 de abril de 2017 11:31

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Bibi confessa a Caio que incendiou o restaurante

Espetáculo sobre Ditadura Militar circula no Paraná

Caio ameaça revelar a verdade para Eurico

‘Sinfônica’ de PG prepara retorno no palco do Ópera
‘Tattoo Bar’ será novidade em PG
Joyce se reconcilia com Eugênio, e Irene fica furiosa
Mostra Musical anima acadêmicos da FacPG
Foto: Divulgação/
PUBLICIDADE

Referência no setor em Ponta Grossa e nos Campos Gerais, o barbeiro dá dicas valiosas para quem tenta cultivar uma “barba responsa”.

As barbas em seus diversos modelos voltaram ditam moda e chamar atenção por onde passam. Nas décadas de 1940/50 e 1980/90 elas não eram muito bem vistas. Para alguns, aparentavam desleixo e até mesmo sujeira. No entanto, diante da lógica cíclica do mundo na moda, nas décadas de 1960/70 e, retornando agora no século XXI, o uso da barba voltou a ganhar destaque. Mas afinal: você sabe cuidar da sua barba?

Referência no setor de barbearia em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais, o empresário João Diniz, mais conhecido como Jhonn Barber, dá quatro dicas para que você cuide adequadamente da sua barba, seja ela longa, falhada ou ainda em crescimento. Jhonn lembra que a barba precisa de cuidados especiais que podem ser feitos em casa, mas ressalta que, sempre que possível, o ‘barbudo’ deve procurar o serviço de um profissional.

Confira as dicas de Jhonn Barber, referência no setor:

Dica número 1: Lave sempre sua barba com o sabonete de bebê. Isso porque esse sabonete tem um PH menor e não danificará a barba, além de mantê-la com uma leve hidratação.

Dica número 2: Quando a barba estiver em crescimento sempre a mantenha sobre controle, aparando pontas duplas e tirando excessos para que o crescimento seja contínuo e ordenado.

Dica número 3: É importante possuir um óleo para a barba. Isso porquê esse fio tem uma estrutura diferente e precisa de uma hidratação um pouco mais intensa. Caso você não tenha acesso a um óleo, um condicionador de cabelos pode ajudar, mas deve haver cuidado porque o condicionador aumenta a oleosidade da pele – por isso o indicado é que o uso aconteça duas vezes por semana.

Dica número 4: O indicado é sempre que for possível visitar um profissional do ramo da barbearia. Isso para que o barbeiro faça a raspagem perfeita e para manter a pele uniforme. Além disso, o profissional é importante para retirar pelos encravados e esporões na pele, comuns no chamado ‘crescimento fraco’ da barba.

Jhonn Barber também oferece dicas para outras duas situações no mundo dos ‘barbudos’. A primeira delas é aquela em que existe dificuldade com o crescimento da barba e a segunda é para os ‘veteranos’ no seguimento. Confira:

Barba falhada: Existem vários suplementos que podem melhorar o crescimento da barba. Esses produtos podem ser utilizados para quem quer preencher possíveis ‘falhas’ na formação. Jhonn Barber indica produtos como: Minoxidil, Pantogar e Pillfood.

Barba longa: Para quem já tem uma barba longa, o ideal é sempre penteá-la. O hábito é importante para evitar acidentes com a barba. O uso de um pente de madeira é o indicado, já que o objeto retira a chamada “energia estática da barba”, além de evitar nós e que os fios se quebrem.

Jhonn lembra ainda que é essencial sempre manter a pele com controle de hidratação. O uso de sabonetes e esfoliantes são os mais indicados para esse processo. “Como a barba mantém uma certa quantidade de gordura na região facial, o indicado é sempre esfoliar para tirar esse excesso e também a chamada pele morta”, conta o barbeiro.

Informações da Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização