PUBLICIDADE

Secretária comenta ações junto à Educação de Guamiranga

Vamos Ler entrevista Elisabeth Paladino, à frente da pasta no município, que fala sobre consolidação da infraestrutura tecnológica, diversas requisições atendidas junto à comunidade escolar e outros tópicos importantes

Gestora cita amplas conquistas e objetivos para melhorar ainda mais a qualidade do ensino
Gestora cita amplas conquistas e objetivos para melhorar ainda mais a qualidade do ensino -

Vamos Ler entrevista Elisabeth Paladino, à frente da pasta no município, que fala sobre consolidação da infraestrutura tecnológica, diversas requisições atendidas junto à comunidade escolar e outros tópicos importantes

Elisabeth Paladino, secretária Municipal de Educação em Guamiranga, nos Campos Gerais, foi a nona entrevistada do especial do Vamos Ler – Geração Digital com gestores das pastas educacionais. A live foi divulgada nas plataformas do Portal aRede, na tarde desta quarta-feira (22).

Uma sequência de temas foram abordados junto à educadora: a avaliação de sua gestão, bem como os desafios enfrentados durante a pandemia; a série de investimentos nos mais variados segmentos, como a contratação de profissionais; questões voltadas ao transporte escolar na rede municipal de ensino; o foco em infraestrutura tecnológica; a primeira participação no projeto Vamos Ler – Geração Digital; além das metas, objetivos e recados para a continuidade da secretária à frente da pasta.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: Secretária fala ao Vamos Ler sobre Educação em Guamiranga

“Estamos tentando fazer o melhor pela Educação. A gestão, a gente não faz sozinho, mas sim com vários fatores internos e externos”, elenca Paladino, afirmando que apesar das dificuldades burocráticas, há um direcionamento das ações da Secretaria. Ela também avalia a questão da pandemia.

“Essa gestão está fazendo o que for possível para que, nessa retomada das aulas presenciais, a metodologia que a gente tem conversado com os professores e pedagogos, consiga alcançar essas crianças, com o fim que elas obtenham um aprendizado real, sem a defasagem que a gente observou nos anos de 2020, 2021 e o início de 2022, que tem os resquícios da pandemia”, destaca a secretária.

A gestora também fala sobre os investimentos. Duas estão relacionadas a obras que estavam programadas há anos – como de uma escola que o objetivo é realizar a sua entrega total após nove anos, além da finalização de uma creche, ampliando ainda mais a aprendizagem dos alunos da rede municipal de ensino. Os investimentos seguem em outras áreas.

“Foi feito o PSS para a contratação de professores, psicólogos. Também foi realizado um concurso para a contratação de agentes operacionais e de motorista do transporte escolar”, pontua a gestora. Este último tópico também foi amplamente explanado por Paladino. “O transporte escolar de Guamiranga é uma frota própria. É uma frota bem antiga, mas estamos tentando, junto com a administração, o prefeito e deputados federais, adquirir novos ônibus para que os alunos também sejam bem atendidos”, cita a gestora.

Para complementar a série de investimentos, Paladino comenta as principais contribuições na infraestrutura tecnológica. “Aqui no município, na gestão anterior, foram adquiridas as lousas digitais, só com exceção da Escola Boa Vista, que tem a dualidade com o Estado, então não foi implantando. No começo do ano foi comprado um tablet para cada professor, cada um tem o seu. A gente vem investindo em novos computadores, impressoras”, explana a secretária.

Fechando a entrevista, a educadora fala de seu olhar para os próximos meses e anos de gestão. “Temos como metas e objetivos sempre oferecer o melhor para a educação, tanto para os professores, quanto para os alunos, através de materiais que sempre adquirimos, computadores. O município, na minha opinião, está bem equipado em questão de tecnologias”, conclui Paladino.

Vamos Ler

Guamiranga participa, pela primeira vez, do projeto Vamos Ler - Geração. Paladino fala dos principais pontos observados durante sua aplicação junto à rede municipal de ensino. “Está sendo de suma importância para os estudantes. Uma vez que, através dos recursos tecnológicos, eles assumem o protagonismo do próprio aprendizado, que há muito tempo vem sendo idealizado pela educação”, aponta a secretária. Os assuntos em sintonia entre projeto e Município, alinhados com a BNCC, também foram destacados, além dos trabalhos que estimulam professores e alunos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MAIS DE VAMOS LER

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MIX

HORÓSCOPO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE